Cristina dos Santos Cavalcante e Cosme dos Santos, pela partilha de valiosas experi£¾ncias. A Ana Cl£Œudia

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Cristina dos Santos Cavalcante e Cosme dos Santos, pela partilha de valiosas...

  • Cristina dos Santos Carvalho

    CLÁUSULAS ENCAIXADAS EM VERBOS CAUSATIVOS E PERCEPTIVOS: UMA ANÁLISE FUNCIONALISTA

    Tese de Doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação do Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas como requisito parcial para a obtenção do título de Doutor em Lingüística. Orientador: Profa. Dra. Maria Luiza Braga

    Universidade Estadual de Campinas

    Instituto de Estudos da Linguagem

    2004

  • FICHA CATALOGRÁFICA ELABORADA PELA BIBLIOTECA IEL - UNICAMP

    C253c

    Carvalho, Cristina dos Santos. Cláusulas encaixadas em verbos causativos e perceptivos: uma

    análise funcionalista / Cristina dos Santos Carvalho. - Campinas, SP: [s.n.], 2004.

    Orientadora : Profª Drª Maria Luiza Braga. Tese (doutorado) - Universidade Estadual de Campinas, Instituto de

    Estudos da Linguagem. 1. Sintaxe. 2. Gramática. 3. Funcionalismo - Lingüística. 4.

    Sociolingüística. I. Braga, Maria Luiza. II. Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Estudos da Linguagem. III. Título.

    ii

  • BANCA EXAMINADORA

    _______________________________________________________________________

    Orientador: Profa. Dra. Maria Luiza Braga Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

    _______________________________________________________________________

    Prof. Dr. Ataliba Teixeira de Castilho Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

    _______________________________________________________________________

    Prof. Dr. Mário Eduardo Toscano Martelotta Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

    _______________________________________________________________________

    Profa. Dra. Maria da Conceição Auxiliadora de Paiva Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

    _______________________________________________________________________

    Profa. Dra. Rosa Virgínia Barreto de Mattos Oliveira e Silva Universidade Federal da Bahia (UFBA)

    _______________________________________________________________________

    Prof. Dr. Rodolfo Ilari (suplente) Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

    _______________________________________________________________________

    Prof. Dr. Sírio Possenti (suplente) Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

    Campinas, 29 de julho de 2004.

    iii

  • E é sempre melhor o impreciso que embala do que o certo que basta,

    Porque o que basta acaba onde basta, e onde acaba não basta,

    E nada que se pareça com isto devia ser o sentido da vida...

    (Álvaro de Campos)

    v

  • À minha mãe Letícia,

    a quem eu devo a minha existência e tudo que eu sou.

    Ao meu sobrinho Matheus,

    uma razão a mais para eu sorrir e amar a vida.

    vii

  • AGRADECIMENTOS

    À Professora Maria Luíza Braga, orientadora e amiga, pela competência, segurança, atenção,

    disponibilidade, paciência e pelo carinho e incentivo a cada etapa deste trabalho.

    Aos Professores Ataliba Teixeira de Castilho e Mário Martelotta, pelas preciosas sugestões durante o

    Exame de Qualificação Geral de Tese.

    À Professora Ingedore Koch, pela orientação precisa do trabalho submetido ao Exame de

    Qualificação Geral de Tese, na área de Lingüística Textual e pelas sugestões apresentadas.

    À Professora Tânia Alkmin, por me colocar em contato com estudos etnolingüísticos.

    Às Professoras Teresa Leal, Rosauta Poggio e Rosa Virgínia Mattos e Silva, por terem me cedido

    alguns textos do português arcaico.

    A Miriam Barbosa da Silva, minha querida professora dos Cursos de Graduação e Mestrado, pelo

    incentivo à busca de novas experiências acadêmicas fora dos limites baianos.

    Aos colegas do Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia, que contribuíram

    para a minha liberação para a realização do Curso de Doutorado.

    Aos funcionários da Secretaria da Pós-Graduação e Biblioteca do Instituto de Estudos da Linguagem

    da Universidade Estadual de Campinas e, em especial, a Rose e Belkis, pelo apoio.

    Aos professores do Departamento de Lingüística da Universidade Federal do Rio de Janeiro, por

    terem me acolhido como se eu fosse aluna dessa instituição.

    A Solange, secretária do Projeto de Estudos sobre o Uso da Língua (PEUL/UFRJ), pela atenção,

    simpatia e ajuda.

    ix

  • À CAPES, pela concessão de bolsa.

    A Irenilza Oliveira e Sílvio Roberto de Oliveira, amigos e irmãos, pela presença constante em

    diferentes etapas da minha vida.

    A Angélica Rodrigues, um dos melhores presentes que recebi no Curso de Doutorado, pela amizade,

    cumplicidade, acolhida e troca de experiências pessoais e acadêmicas. A seu esposo Luciano, que

    também se revelou um grande amigo no período em que estive em Campinas.

    Aos colegas que conheci durante o Curso de Doutorado (dentro e fora da Universidade Estadual de

    Campinas) e, em especial, a Maria Célia Lima-Hernandes, Sebastião Gonçalves, Ronald Beline,

    Sanderléia Longhin, Andréa Mendes, Simone Oliveira, Amélia Reis, Andrés Salanova, Sílvia

    Cavalcante e Cosme dos Santos, pela partilha de valiosas experiências.

    A Ana Cláudia Oliveira da Silva e Josane Moreira, amigas e colegas do Curso de Graduação, que

    pude reencontrar no Rio de Janeiro, pela acolhida em seus lares e pelos inúmeros favores prestados.

    A Cátia Eugênio, pela disponibilidade, ajuda recorrente e pelo companheirismo em todos os períodos

    em que estive em terras campineiras.

    A Antonilma Castro, Cely Vianna, Denise Gomes, Edna Marques, Edna lobo, Lúcia Castro, Maria do

    Socorro Almeida, Nilzete Cruz, Robson Lima e Marcelo Oglietti, pela amizade sincera e pelos

    inúmeros momentos de alegria partilhados.

    À minha tia Rita, por sempre acreditar em tudo que eu faço e torcer pelo meu sucesso.

    À minha mãe, pelo amor e apoio incondicionais e pela cumplicidade que nos une.

    A todas as pessoas, que, direta ou indiretamente, contribuíram para a realização deste trabalho.

    x

  • SUMÁRIO

    LISTA DE ILUSTRAÇÕES xiii

    RESUMO xv

    ABSTRACT xvii

    INTRODUÇÃO 19

    1 CONSTRUÇÕES COM VERBOS CAUSATIVOS E PERCEPTIVOS: 25

    ALGUMAS PROPOSTAS FORMALISTAS

    1.1 Verbos causativos e perceptivos: verbos auxiliares ou transitivos? 26

    1.2 Sentenças complexas com verbos causativos e perceptivos 33

    1.2.1 Completivas de verbos causativos e perceptivos no português 41

    brasileiro, espanhol e francês

    2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 47

    2.1 A teoria funcionalista: algumas considerações 48

    2.2 Sentenças complexas: processos sintáticos de articulação de orações 53

    2.2.1 Sentenças complexas na gramática tradicional 54

    2.2.2 Sentenças complexas nos estudos lingüísticos 57

    2.2.2.1 A abordagem funcionalista 58

    2.2.2.1.1 As propostas de Lehmann e Hopper e Traugott 65

    2.3 Gramaticalização 70

    2.3.1 A noção de gramaticalização 71

    2.3.2 Gramaticalização entre cláusulas 82

    xi

  • 2.3.3 Gramaticalização, integração e articulação entre cláusulas 90

    2.3.4 Gramaticalização e integração entre cláusulas: trabalhos empíricos 95

    3 METODOLOGIA 101

    3.1 O corpus 104

    3.2 A observação e a quantificação dos dados 107

    3. 2.1 Hipóteses e fatores lingüísticos controlados na pesquisa 110

    3.2.2 A categoria extralingüística grau de escolaridade 127

    3.3 Procedimentos adotados para a apresentação do exemplário 128

    4 ANÁLISE DOS DADOS 131

    4.1 Construções complexas com verbos causativos e perceptivos no português contemporâneo 131

    4.1.1 Os verbos causativos 132

    4.1.2 Os verbos perceptivos 166

    4.1.3 Verbos causativos e perceptivos: similaridades e diferenças 207

    4.2 Construções complexas com verbos causativos e perceptivos no português arcaico 216

    4.2.1 Os verbos causativos 216

    4.2.2 Os verbos perceptivos 222

    CONCLUSÃO 231

    REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 241

    xii

  • LISTA DE ILUSTRAÇÕES

    FIGURAS 1 Continua da articulação de cláusulas 2 Formação de cláusula complexa 3 Gramaticalização do verbo principal 4 Propriedades relevantes no percurso de gramaticalização 5 Continuum do entrelaçamento 6 Continuum do entrelaçamento de sujeitos 7 Continuum de marcação nas estruturas complexas com verbos causativos 8 Continuum de marcação dos usos de deixar em construções encaixadas 9 Continuum de marcação nas estruturas complexas com verbos perceptivos 10 Continuum de marcação dos usos de ver em frases complexas com encaixamento de

    oração completiva 11 Continuum de