Clipping Outubro DSOP Educa§£o Financeira

  • View
    240

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of Clipping Outubro DSOP Educa§£o Financeira

1

5 - jornal Hoje em Dia (BH)7 - Agncia do Rdio09 - DGABC12 - Previdncia Total15 - Jornal da Cultura16 - MGTV17 - iCondominial19 - Jornal do SBT20 - CBN (Foz do Iguau)21 - G122 - G1 / Tringulo Mineiro (TV Integrao)23 - Portal Uberlndia25 - programa Conexo (TV Novo Tempo)26 - R2CPress29 - Dirio do Comrcio32 - rdio Nuevo Tiempo33 - No Minuto34 - MdeMulher37 - Maxpress39 - Dirio de Petrpolis41 - Dirio Popular43 - Universidade Martins Varejo46 - programa Conexion47 - TV Ponta Negra48 - Guarulhos Web51 - Segs53 - Folha de S. Paulo56 - Jornal de Braslia57 - Rdio O Globo58 - FolhaWeb60 - jornal DCI62 - A Tribuna63 - Dirio do Par65 - JCNet67 - Previdncia Total69 - Gazeta do Povo70 - S.O.S Consumidor71 - Gara Online73 - Rede Lajeado76 - Maxpress78 - Maxpress80 - Revista RH81 - poca Negcios86 - Dirio de Pernambuco88 - Dirio do Nordeste90 - Tribuna da Bahia93 - Correio Braziliense96 - O Imparcial98 - em.com.br100 - Ribeiro Preto Online102 - O Dia106 - Folha Regional108 - Regio Noroeste110 - Mato Grosso112 - Mundo Positivo115 - UOL116 - Conversinha de me120 - Consumidor Moderno124 - Maxpress125 - Soludig127 - Terra130 - O Tempo131 - MSN134 - Estudar Fora140 - Infomoney144 - UOL146 - Bom dia Cidade (Globo Sul de Minas)147 - Conta Corrente (Globo News)148 - Universo Jatob150 - Onda Jovem152 - G1154 - MSN158 - jornal O Dia161 - MdeMulher163 - Yahoo!167 - It Babies171 - cidadeverde.com174 - jornal A Tribuna (Santos)176 - Previdncia Total177 - Portal az179 - S.O.S Consumidor182 - O Globo184 - Dirio de Pernambuco188 - Folha Universal189 - DGABC191 - Correio de Uberlndia192 - Brasil 247194 - Jornal de Braslia198 - Alagoas 24 horas199 - DM201 - A Tribuna News203 - Nuevo Tiempo205 - Administradores207 - Infomomey210 - MdeMulher213 - Dirio de Petrpolis215 - Midia News218 - campinas.com.br220 - MT Notcias223 - Jornal da Record224 - Prefeitos & Gestes226 - Infomoney229 - Investimentos e Notcias232 - Yahoo!235 - Maxpress238 - Programa Viso Educa240 - Segs242 - Segs244 - Infomoney247 - Refrescante250 - Revista Conexo Paran253 - S.O.S Consumidor256 - Espao Viva Mais258 - Bola de Mulher259 - revista Direcional Escolas260 - revista cone

Veculo: jornal Hoje em Dia (BH)Data: 31/10/2014Editoria: Educao FinanceiraSite: http://189.115.127.12/comvoce/conteudo/clipvisu.php?prm1%5b%5d=77957&prm2%5b%5d=133&prm3=all&prm4=pmoc&prm5=ori

Veculo: Agncia do RdioData: 30/10/2014Editoria: Educao FinanceiraSite: http://agenciadoradio.com.br/noticia.php?codigo_noticia=PRAN142015

COMPORTAMENTO: 17% dos casais brasileiros brigam por conta de dinheiro30/10/2014

REPRTER:Quantas vezes voc j brigou com o seu namorado ou marido por conta de dinheiro?SONORA:Camila Soares Servidora Pblica"A gente brigava quase todas as vezes que a gente saia ou ento que eu queria fazer algum programa mais caro e ele no queria ir porque eu teria que pagar e ele no queria que eu pagasse e nem tinha como pagar e ento acabava que ele no ia para os programas que eu queria ir: shows, teatros, coisas mais caras. Acabava que a gente brigava por causa disso."REPRTER:Assim como a servidora Pblica, Camila Soares e o parceiro, cerca de 17 por cento dos casais brasileiros j brigaram por conta de dinheiro, de acordo com o SPC Brasil. O percentual de conflitos sobe para 22,7 por cento quando analisados somente os casais inadimplentes, com contas em atrasos. Mas, se engana quem pensa que s as dvidas e a falta de dinheiro podem resultar em brigas. O excesso de "grana" tambm traz turbulncias na vida dos cnjuges. De acordo com especialistas, quando a renda do casal alta, dificilmente os dois chegam a um consenso sobre os hbitos de consumo de um e de outro e tambm sobre a melhor forma de administrar as finanas da famlia. Para a psicloga, especialista em terapia de casais, Valria Meireles, os primeiros sinais de brigas vm do choque de valores de cada um.SONORA:psicloga Valria Meireles"A briga vem quando cada casal tem um valor em relao ao dinheiro, trazidos das suas famlias de origem, pai e me e no momento de usar esse dinheiro para a famlia ou investir entra em conflito. O casal tem que construir a forma de lhe dar com o prprio dinheiro."REPRTER:De acordo com, o educador financeiro, Reinaldo Domingos, a nica maneira de resolver essas brigas por meio da conversa para chegar a um entendimento financeiro.SONORA:educador financeiro Reinaldo Domingos"O grande segredo para que voc, para que a famlia essa discrdia: um bom papo, uma boa reunio familiar. Conversar sobre uma coisa chamada projeto de vida. Quando uma famlia ou um casal definem que querem se tornar uma famlia e a entra um ponto importante. O que ns temos como sonhos, como objetivos. Essa tem sido a grande ausncia nas famlias brasileiras."REPRTER:O estudo ouviu 656 pessoas de todas as capitais brasileiras. Ainda de acordo com a pesquisa a falta de transparncia pode resultar em um superendividamento e acabar em inadimplncia. Alm disso, mais de um tero das pessoas entrevistadas deixam de poupar para realizar um sonho.

Veculo: DGABCData: 27/10/2014Editoria: Educao FinanceiraSite: http://www.dgabc.com.br/Noticia/1022483/quase-70-nao-guardam-dinheiro-para-usar-no-futuro?referencia=buscas-lista

Quase 70% no guardam dinheiro para usar no futuroA maioria dapopulaobrasileira ainda no se preocupa ou no tem condies de fazer reserva financeira para o futuro. Segundo levantamento da FenaPrevi (Federao Nacional de Previdncia Privada e Vida), 68% das famlias brasileiras no tm como prioridade poupar uma parte dos rendimentos para possveis eventualidades.Daqueles que tm o hbito de guardardinheiro, 52% reservam at 10% do oramento familiar por ms. A caderneta de poupana a modalidade preferida por 85% dos entrevistados. Os fundos de investimento ocupam a segunda posio, com 5%, e os planos de previdncia ficam em terceiro, com 3% de alcance.O estudo foi realizado com 1.500 pessoas (53% do sexo feminino e 47% domasculino), das cinco regies do Pas, com idade entre 20 e 60 anos (ou mais), das classes A/B, C e D/E.Dos entrevistados, 21% declararam ter interesse em, algum dia,adquirirplano de previdncia complementar, embora essa forma de poupana ainda seja pouco conhecida. Outros 16% pensam em iniciar, nos prximos cinco anos, os investimentos para o futuro, enquanto 5% imaginam comear a investir em prazo de um ano.De acordo com o presidente da FenaPrevi, Osvaldo Nascimento, a previdncia privada tem um enorme espao para crescimento no Pas. J so mais de 10 milhes de contratos e cerca de R$ 400 bilhes em ativos, mas a penetrao do produto ainda pequena entre as famlias brasileiras, avalia o executivo.A previdncia privada uma aposentadoria com opo de investimento de longo prazo e no est ligada ao regime pblico, do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Ela complementar a essa modalidade e fiscalizada pelo governo federal, por meio da Susep (Superintendncia de Seguros Privados).O educador e terapeuta financeiro Reinaldo Domingos, presidente da Abefin (Associao Brasileira de Educadores Financeiros), explica que, quanto mais tempo a pessoa contribuir para um plano privado de previdncia, maior ser o valor acumulado e resgatado na hora de deixar o mercado de trabalho. uma forma de poupana para longo prazo, que tem como principal objetivo evitar que o cidado sofra reduo drstica da renda no momento da aposentadoria.Domingos ressalta a importncia do investimento em previdncia privada como alternativa para complementar os benefcios do INSS e, assim, tentar manter o padro de vida da poca da ativa. J sabemos que no possvel sobreviver apenas com o valor da previdncia pblica e, por isso, a maioria dos aposentados precisa continuar trabalhando ou depende da ajuda financeira de familiares e amigos, diz.O economista Luiz Fernando Roxo, scio da consultoria ZenEconomics, concorda com Domingos quanto necessidade de comear o quanto antes o investimento em previdncia privada. O aumento do valor investido graas aos rendimentos ao longo dos anos gera uma fora multiplicadora, como uma bola de neve. E, quanto mais cedo a pessoa comear, menores sero os depsitos mensais necessrios para garantir a mesma renda (da ativa) no momento da aposentadoria, orienta.

Conhea as caractersticas dos planos PGBL e VGBLNa previdncia privada possvel escolher a periodicidade pela qual se quer contribuir e o valor da contribuio. No momento de escolher o plano, PGBL (Plano Gerador de Benefcio Livre) ou VGBL (Vida Gerador de Benefcio Livre), importante ficar atento para os tipos de tributao incidentes e tambm para as taxas de carregamento (sobre cada contribuio), de gesto (anual) e de sada (momento do resgate).O PGBL mais indicado para quem faz a declarao de IR (Imposto de Renda) pelo formulrio completo. Isso porque, segundo os especialistas, permite deduo das contribuies de valor equivalente a at 12% da sua renda bruta anual tributvel, diminuindo, assim o valor do tributo a pagar, ou aumentando a restituio. J o VGBL recomendado para aqueles que fazem a declarao de IR pelo formulrio simplificado (que no permite dedues), ou desejam investir no plano de previdncia mais do que 12% de sua renda bruta anual tributvel.Outro ponto importante na escolha do plano o regime de tributao que incidir sobre o investimento. So duas as opes: progressiva ou regressiva. A tabela progressiva a mesma que determina a alquota do Imposto de Renda sobre o seu salrio, cresce conforme aumenta a renda, e vai de zero a 27,5%. Na prtica, o que determina a alquota sobre o plano de previdncia o valor a ser resgatado ou transformado em rendimento. J na tabela regressiva, a tributao diminui com o tempo. Ou seja, quanto maior o perodo de investimento, menor ser a tributao, limitada a 10%.Antes de contratar um plano de previdncia privada, a pessoa deve fazer um planejamento de quanto pode investir por ms ou de quanto quer acumular no fim do prazo estimado. Quer dizer, quanto ela pretende ter de reserva na idade de sada do plano, explica Evely Silvei