Click here to load reader

CERTUS nº6

  • View
    248

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Edição Especial Região Oeste

Text of CERTUS nº6

  • OESTE Siga o Rumo!

    N 06 Vero 2011Distribuio Gratuita Semestral

    Um novo conceito de turismo

    BOM SUCESSODESIGN RESORT, LEISURE, GOLF & SPA

    QUINTASDE BIDOS

    Entrevista

    ANTNIO CARNEIROPresidente Turismo do Oeste

    Entrevista

    TELMO FARIAPresidente da C. M. de bidos

    Where the spirit runs free

  • 14

    SALMO

    NELAS

    E OS O

    VOS

    18OE

    STE - T

    erra de

    Vinhed

    os e de

    Mar

    04

    12

    DIREIT

    OS DE

    AUTO

    R

    30Ent

    revista

    - PRES

    IDENT

    E TUR

    ISMO O

    ESTE

    33BO

    M SUC

    ESSO -

    Design

    Resort

    , Leisur

    e, Golf

    & Spa

    40Ent

    revista

    - PRES

    IDENT

    E C. M

    . BID

    OSEntrev

    ista - G

    RUPO

    CATAR

    INO

    Indice

    44QU

    INTAS

    DE B

    IDOS -

    Country

    Club

    49

    79PEQ

    UENOS

    GESTO

    S

    IMOCER

    TUS

    61

    62LO

    USA GA

    RDEN

    VILLAS

    BIDO

    S COU

    NTRY

    HOUSE

    S

    71

    77MO

    RADIA D

    E LUXO

    - AVA

    RELA

    HOTEL

    REAL

    DBID

    OS

    BUDD

    HA ED

    EN - Ja

    rdim da

    Paz

    56

    AMBIE

    NTE -

    Um Be

    m Prec

    ioso

    08A P

    OLTIC

    A DOS

    3 Rs

    10

    52

    54

    HOTEL

    VILA

    DB

    IDOS

    QUINT

    A DO C

    ASTRO

    Caros leitores,

    o ano de 2011 tem sido caracterizado por fortes condicionantes do desenvolvimento econmico, ouvindo-se diariamente opinies e pareceres desmotivadores mesmo para os mais audazes empresrios.

    difcil no se perder o rumo nesta trajetria de empreendedorismo que se pretende reforada mas, afinal, sem qualquer apoio institucional ou financeiro, num clima de instabilidade geral que no se antev de mudana positiva nos prximos anos.

    Ns, Grupocertus, continuamos apostados nas atividades a que nos dedicamos, o que neces-sariamente s conseguimos com um grande esforo e muito trabalho.

    Conscientes das dificuldades, neste contexto que pautamos a nossa ateno, interagindo com muitos empreendedores que apesar da conjuntura que os envolve continuam apostados em criar um futuro melhor para todos ns.

    O nosso obrigado!

    Editorial

    (Diretor Geral)Jos Manuel Incio

    Financertus, Lda.

    Certushotis, Lda.

    Imocertus, Lda.

    PROPRIETRIA E EDITORA. MORADA DA SEDE E REDAO. DIRETOR.

    DIREO E COORDENAO. DESIGN E COORDENAO GRFICA. DEPSITO LEGAL.

    TIRAGEM. GRFICA.

    Financertus - Consultadoria e Servios, Lda. Alameda Roentgen 2A - 1E 1600-759 Lisboa Jos Manuel Incio

    Dep. de Comunicao e Imagem da Financertus, Lda. Cludia Incio 261758/07

    3000 exemplares 4/4CORES S.A. Nota: Isento de Registo na ERC ao abrigo do Decreto-Regulamentar 8/99 de 9 de Junho art 12 n1 a)

    FICHA TCNICA

    pag

    01

  • rea de Negcio:

    Morada a enviar:

    Opinio e Sugestes:

    Nome e Apelido:

    Sendo a opinio dos leitores muito importante para ns, e caso tenha disponibilidade de a exprimir, ficaremos gratos.

    Estabelecimento ou Empresa:

    GRUPOCERTUSAlameda Roentgen 2A - 1E1600 - 759 LisboaPORTUGAL

    Em qualquer opo, agradecemos que preencha o formulrio e envie para:

    Entregar na recepo, no caso dos nossos empreendimentos. e-mail: [email protected]

    Tel.: (+351) 217 155 305/8 Fax: (+351) 217 155 369

    Receber as edies anteriores da revista CERTUS (gratuitamente)

    Divulgao

    UMA CERTA REVISTA

    Esta atitude poder ser entendida como transversal demais, mas a ideia mesmo essa, quebrar com as rotinas e procurar fa-zer uma publicao diferente, pouco mau-da e at talvez com alguma piada (relativa) tal como na edio anterior a crnica sobre um Pas em Desburocratizao que mere-ceu vrios comentrios de parabns.

    Numa conjuntura altamente desfavorvel a novos projectos, pois para ns um estmu-lo redobrado apresentar a crescente melho-ria que julgamos imprimir ao nosso trabalho em cada edio que se efetua.

    Esperamos que goste da Certus, tenha uma boa leitura, e quando terminar recicle-a !

    Obrigado

    como o turismo, imobiliria e outras, com artigos tcnicos e contedos de divulgao alargados, quer a empresas, rgos insti-tucionais e regies, como a temas atuais de relevo em vrios setores da nossa eco-nomia.

    Esta aceitao determinar a partir do pr-ximo ano o aumento da tiragem para 4000 exemplares que semestralmente distribu-mos a nvel nacional, reforando o mar-keting das nossas empresas e das que connosco fazem questo de se divulgar.

    A Certus pois uma revista diversificada cujos temas so variados, e seguem uma lgica de divulgao no s do setor do tu-rismo em reas pouco trabalhadas, como de episdios do quotidiano que por enten-dermos adequados nossa linha editorial fazemos questo de os publicar.

    amos na 6. edio do que hoje um forte instrumento de divulgao do

    nosso grupo empresarial, e cuja acei-tao e reconhecimento tem sido cres-cente.

    curioso olhar para trs e pensar que j decorreram quatro anos desde a apresen-tao e lanamento deste projeto, ao qual o tecido empresarial respondeu com elevado apoio.

    Como o tempo passa! Olhamos e nem nos apercebemos do percurso que efetumos, tal o gosto pelo trabalho que desenvolve-mos e a motivao que nos envolve, nesta constante azfama dos objetivos institu-dos, da competitividade no mercado, do procurar fazer mais e melhor.

    nesta senda que tem sido direcionada a Certus, abrangendo reas de atividade

    V

    BATIZADA DE CERTUS

    GRUPOCERTUS

  • pag

    03

    - Como Nasce um empresrio

    - Apoios e dificuldades na criao de uma empresa

    - A importncia de ser inovador

    A moderao esteve a cargo da Dr.. Teresa Mouga, diretora da ESTM e Dr. Leopoldina Alves, diretora do CTC/OTIC.

    A temtica abordada foi interessante, ten-do-se procurado elucidar a plateia das difi-culdades que os jovens iro encontrar no mercado de trabalho aps as suas licen-ciaturas.

    A viso prtica posta na explanao dos temas, bem como a informalidade da sua apresentao suscitaram aos presentes grande interesse e posterior interao na

    NO SETOR DO TURISMOO EMPREENDEDORISMO fundamental os jovens que estando a aca-bar os seus cursos superiores tenham uma viso antecipada das dificuldades que iro encontrar no mercado de trabalho.

    Uma boa preparao acadmica funda-mental, mas tambm verdade que a falta de experincia profissional e a incapacidade financeira da grande maioria dos formados os condiciona de sobremaneira quanto a uma possvel progresso profissional quer venham a ser trabalhadores por conta de outrem ou jovens empresrios.

    Foi nesta contextualizao que se desen-volveu o seminrio promovido pelo Insti-tuto Politcnico de Leiria integrado numa iniciativa conjunta com a Associao Nacio-nal dos Jovens Empresrios, sendo pedido Financertus que assegurasse temas diver-sos, nomeadamente:

    COLQUIOS & SEMINRIOSaes particularmente dirigidas ao setor educativo, com essencial relevo para o Ins-tituto Superior de Cincias Educativas de Penafiel e Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar em Peniche.

    mbito do QREN e a experincia que possui na gesto global de projetos.Neste contexto, vrias foram as interven-es realizadas desde a publicao anterior da Certus, destacando-se nesta edio as

    a Financertus com regularidade con-vidada para sesses de esclarecimento e outros eventos relacionados com a

    atividade empresarial no setor do turismo, onde assume particular relevo a matria no

    DE PENAFIELI SEMINRIO DE TURISMO

    Esta ao visou realar A importncia dos Empreendimentos de Turismo no Espao Rural (TER) no desenvolvimento socio-eco-nmico do Vale do Sousa.

    O encontro teve lugar numa sala preparada para o efeito no Instituto Superior de Cin-cias Educativas de Penafiel (ISCE), tendo sido abordadas diversas temticas rela-cionadas com as novas oportunidades de

    A Financertus assegurou os temas relacio-nados com o Licenciamento dos Empreen-dimentos e os Apoios Financeiros existentes no mbito do QREN.

    O pblico alvo foi essencialmente regional, dividido entre educandos do ISCE, profes-sores, tcnicos em geral ligados ao setor do turismo, bem como empresrios da regio.

    negcio que se afiguram para este setor.

    A moderao foi assegurada pelo Mestre Nuno Abranja (Diretor do Departamento de Turismo do ISCE), a Dr. Susana Oliveira (Ve-readora do Pelouro do Desenvolvimento Regional da Cmara Municipal de Penafiel) e pelo Dr. Antnio de Sousa (Vereador do Pelouro da Educao da Cmara Municipal de Penafiel).

    fase do debate.

  • pag

    04

    E DIREITOS CONEXOSDIREITOS DE AUTOR

    assiste-se a um elevado incumprimento da lei, ocasionando por vezes a visita de foras policiais acompanhadas por representantes da SPA ou outras entidades, resultando em coimas e ou outras situaes que importar evitar.

    Neste contexto, e porque entendemos que a Certus dever ser um veculo de informa-o adequado no aclarar de questes to relevantes quanto a que aqui abordamos, convidmos a GEDIPE que atravs do Dr. Antnio Paulo Santos esclarece um tema de relevncia para o setor do turismo.

    A existncia de vrias entidades a intervir nesta matria e a aparente complexidade para a maioria dos empresrios hoteleiros independentes que gerem unidades de re-duzida escala, tm criado no setor algum descontentamento agravado pelo facto de terem que pagar taxas a cada uma delas, no percebendo muito bem em resultado de qu, e aumentando os seus custos de explorao numa conjuntura altamente desfavorvel.

    Apesar das vrias campanhas de sensibili-zao efetuadas junto das Associaes Em-presariais e empreendimentos t