Boa Notícia

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Jornal Boa Notícia do mês de Maio de 2011

Text of Boa Notícia

  • So Francisco, Sagrada Face, Santa Luzia, Santa Rita, So Benedito, So Jos, MeBOLETIM DA PARQUIA N. SRA. DA CONCEIO APARECIDA EDIO MENSAL ANO 6MAI/11 NMERO 95APARECIDA-SP

    "SOB O OLHAR DE MARIA COMOVEMOS AS MES DE HOJE"?

    "Que uma palavra de verdade preceda todos os teus atos,e um conselho firme preceda toda a tua diligncia".

    (Eclo 37,20)

    Oolhar interessante. Ele estalm dos olhos, do que eles socapazes de captar. Olhar tra-zer a existncia na palma dasmos. O olhar de Maria no um enxergar, mas o VER alm dos olhos. Oolhar sereno da imagem de Aparecida, o que dizpara voc? Quem anda amarrado nas teorias edefende estruturas sufocantes, mesmo religiosas,no me parece fiel ao projeto do Reino. O olharde Maria carregado do projeto de Jesus. o olharque contempla, que acolhe, que manifesta ternu-ra, que provoca encontro, que me leva para den-tro do corao de Deus... Nossa cidade vive sobos auspcios desta Me de olhar meigo e sereno,profundo e carregado de misericrdia. Ser quetemos suficiente gratido para com ela? bom agente revisar as atitudes.

    Assim so as mames. Sabem olhar comternura seus filhos e os defendem com toda suafora. As mames de ontem e de hoje tm as mes-mas atitudes. O tempo passa, as coisas se desen-volvem, a tcnica traz seus benefcios, mas osvalores profundos no morrem e atravessam otempo e a histria.

    NESTA EDIOPalavra do Vigrio Paroquial ..................... 02Maria em nossa ParquiaQuestes de F ......................................... 02Tiraram o Sacrrio do centroA palavra sua ........................................... 02A responsabilidade das mesPingos e Respingos .................................. 02Novos tempos litrgicosAtividades na Parquia .............................. 03Pirilampo .................................................... 03Gente Fiel ................................................... 03Nos caminhos da vontade de DeusReciclar Sempre ....................................... 03Aconteceu.................................................. 04Semana SantaFesta de So BeneditoFesta de So Jos

    E para que a ternura ocupe o lugar da des-ventura e a vida sobreponha-se arrogncia e escravido, quero dizer:

    maternidade bendita, chama que crepitae me ilumina.

    doce e suave ternura de um coraomaterno, que exala sem cessar amor e compaixo,v quo grande sua misso.

    flor bonita do jardim da vida, que parti-cipa na obra da criao.

    De Deus sois escolhida para trazer a vida etornar o mundo mais pleno de amor. Corao ques sabe amar.

    Me, de face serena mesmo queimada pelosol; de mos macias ou calejadas que sabem afa-gar; de olhar fecundo que sabe entender e inca-paz de condenar; de sorriso meigo que acolhe eabranda a dor; de passos largos e apressados paraacudir e acalentar... Me, to insuficientes so aspalavras, e por isso quero lhe dizer: Voc meudoce aconchego e meu abrigo, e eu s quero teamar! Voc o melhor amor! Obrigado, Senhor,pelo amor que me ensinou a amar!

    A voc que Me, paz e bno do cu!Pe. Jos Marques, CSSR

    No ms de maro foram feitas 62 inscriespara catequese dos adultos, sendo que foram7 na Comunidade Santa Luzia, 5 na Comuni-dade So Francisco, 12 na Comunidade SoJos, 23 na Comunidade Santa Rita, 14 naComunidade So Benedito e 1 na Comuni-dade Me.

    FESTA DE SO JOS: 06 A 15 DE MAIO

    Festa de Santa Rita: 20 a 29 de maio CartazPreparao para noivos: 24, 25 e 26 de maio,no Centro Paroquial. Faam suas inscries!

    Pastoral Vocacional convida para o Encon-tro das Famlias, ser no dia 20 de maio (sex-ta-feira), no CAP - Seminrio MissionrioBom Jesus, s 19h30, no qual refletiremos otema: " Famlia: bero de vocaes!"

    CURTAS & BOAS

  • BOA NOTCIA - mai/201122222Palavra do Vigrio ParoquialPalavra do Vigrio ParoquialPalavra do Vigrio ParoquialPalavra do Vigrio ParoquialPalavra do Vigrio Paroquial A palavra suaA palavra suaA palavra suaA palavra suaA palavra sua

    Educar promover o cres-cimento e o amadurecimentoda pessoa humana em todas assuas dimenses: material, in-telectual, moral e religiosa.Por isso, educao no se re-cebe s na escola, mas princi-palmente em casa. pela edu-cao que o ser humano con-quista e desenvolve as suas fa-culdades; e Deus quis que isso fosse feitoantes de tudo pelos pais e, de modo espe-cial, pela me.

    A responsabilidade das mes enco-rajar seus filhos a fazer o melhor e a ser omelhor. Cabe me, questionar aondevo, com quem vo e a que horas regres-saro. A no ficar em silncio e tentarfazer com que seus filhos saibam queaquele novo amigo no boa companhia.Demonstre interesse e ateno. Estabele-a dilogo. Mostre o que certo. Quantasvezes fiquei por mais de uma hora em pao lado de minhas filhas, observando paraque fizessem uma determinada tarefa or-denada, que eu teria feito em quinze mi-nutos, simplesmente para que aprendes-sem respeito, limites e regras?!

    Enquanto me e em minha profisso,fao e costumo orientar os pais, princi-palmente as mes, para que no realizemas vontades dos filhos quando estes lhesvm pedir com choro. Nenhuma me gos-ta de ver seu filho chorando e, pela difi-culdade em lidar com este sentimento,acabam por ceder s vontades dos filhos,sem discernir se tal ato era realmente ne-cessrio e, desta forma, superprotegemseus filhos, transformando-os em crian-as egostas e adultos inseguros e infeli-zes, simplesmente pela dificuldade quetiveram de dizer um NO ao filho.

    A RESPONSABILIDADE DASMES NO DIA DE HOJEEstamos no ms

    de Maio; to queridopor celebrarmos o diadas mes, o dia de Nos-sa Senhora de Ftima e,por isso, o dia de Ma-ria.

    Quero lembrartrs coisas: Maria

    nossa Padroeira; Maria foi importante na vidade Jesus e Maria foi importante na 1 Comuni-dade.

    - Maria a nossa Padroeira. Padroeiraquer dizer protetora, modelo, presena.

    No por acaso que colocaram nossa par-quia sob sua proteo. Maria a me queridaque nos deu Jesus e, com carinho, cuidou dele.Ningum amou Jesus como ela. Que ela nos dum pouco desse imenso amor!

    - Maria foi importante na vida de Jesus?Tem algum que duvide? E se Maria tivessedito "no aceito", quando do convite do Anjo!Como Deus ia se virar? Graas a Deus ela acei-tou e, por isso, no seu "sim" e na sua maternida-de temos o fundamento de todas as bnos emaravilhas que Deus realizou em sua vida. Ma-ria acompanhou Jesus em toda a sua vida at amorte de Cruz, como diz o Evangelho de Joo,19. E hoje est com Jesus no Cu intercedendo

    Especialistas relatam queas pessoas no nascem maucarter e/ou com desvio decomportamento. o meio emque elas vivem que as trans-formam. Atualmente o acessosem controle internet, te-leviso e aos videogames comjogos "violentos", est cadavez mais presente no dia a dia

    de nossas crianas e isso muito prejudi-cial, pois, ao mesmo tempo em que osdeixam "antenados" no mundo, tambmos isolam do mundo. O indivduo torna-se cada vez mais violento e egosta. Faltao contato fsico com o outro, o dilogo, oafeto, o carinho.

    Apesar da grande dificuldade emconscientizar os filhos, quanto a essesaspectos, cabe s mes, em cumplicidadecom os pais, assumir o controle da situa-o, observando atentamente a condutados filhos, supervisionando seus atos.Muitas vezes, somos consideradas poreles como ms; porm, certo que sevoc conquistar o seu filho, a ponto deele ter um sagrado orgulho de t-la comosua me, ento, voc poder fazer deleuma pessoa de bem.

    preciso diferenciar o fato deengravidar, para o de ser me. Engravidar,muitas mulheres podem. Ser me, no en-tanto, pressupem educar, impor limitese regras. O bom exemplo, o carinho, oafeto, o dilogo, os "nos", ainda que eleno queira ouvir no decorrer do desen-volvimento, e o respeito, necessitam seruma constante, para que quando nocompreendam a atitude materna, possamao menos respeit-la.

    Sivonete, comunidade Santa Rita

    Maria em nossa Parquiapor ns. Por isso nunca podemos separar Je-sus e Maria. Da vem o nome de "Me deDeus", porque ela foi me de Jesus, o Filho deDeus feito homem!

    - Maria foi importante na 1 Comunida-de crist? Sem dvida. Basta lermos Atos. 1,14.Quando vemos a Comunidade reunida, espe-rando o Esprito Santo, Maria estava com eles.Maria concebeu por graa do Esprito Santo eagora fortalecida pelo Esprito Santo parapoder animar a Comunidade triste com a au-sncia fsica de Jesus, o grande coordenador.Joo quem cuidou mais de Maria. Sabemosque eles moraram em feso, onde se venera,ainda hoje, a casa de Maria.

    So Lucas, para escrever o Evangelho dainfncia de Jesus, deve ter tido muitos dilo-gos com a Me de Jesus e aquilo que ela con-servava em seu corao.

    Maria deu comunidade nascente muitoalento nas perseguies, nas dificuldades, nafidelidade. Ela foi fiel a Jesus at o fim e aoseu Plano do Reino do amor de Deus. Almdisso, a comunidade confiava nela. Que doCu, ela continue nos iluminando e abeno-ando!

    Pe. Jos Marques CSSR,Vigrio Paroquial, Aparecida - SP.

    Ol Clia, tudo bem? Saudaes a voc e atodos os leitores do Boa Notcia.

    Diz o Papa na Sacramentum Caritatis (n. 69):"Uma correta localizao do mesmo ajuda a reco-nhecer a presena real de Cristo no SantssimoSacramento; por isso, necessrio que o lugar ondeso conservadas as espcies Eucarsticas seja fcilde individuar por qualquer pessoa que entre naigreja, graas nomeadamente lmpada doSantssimo perenemente acesa".

    Diz tambm a Instruo Geral do Missal Ro-mano (IGMR), n. 314: "Conforme a arquitetura decada igreja e de acordo com os legtimos costumeslocais, guarde-se o Santssimo Sacramento noSacrrio, num lugar de honra da Igreja, insigne,visvel, devidamente ornamentado e adequado orao".

    E ainda: "Habitualmente, o tabernculo (ouSacrrio) deve ser nico, inamovvel, feito de ma-terial slido e inviolvel, no transparente e fecha-do, de tal modo que evite o mais possvel todo operigo de profanao".

    O significado de haver um nico Sacrrio naIgreja bem evidente: como Nosso Senhor ums, liturgicamente mais adequado que tam