Bndes 2010 - Manha - Prova 5 - Profissional Basico - Formacao Direito

  • View
    658

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Bndes 2010 - Manha - Prova 5 - Profissional Basico - Formacao Direito

05PROFISSIONAL BSICO FORMAO: DIREITO (1a FASE)LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUES ABAIXO.01 - Voc recebeu do fiscal o seguinte material:

MANH

a) este caderno, com o enunciado das 70 (setenta) questes objetivas, sem repetio ou falha, com a seguinte distribuio: LNGUA PORTUGUESA Questes 1 a 10 11 a 20 Pontos 0,5 1,5 LNGUA ESTRANGEIRA INGLS Questes 21 a 25 26 a 30 Pontos 0,5 1,5 ESPANHOL Questes 21 a 25 26 a 30 Pontos 0,5 1,5 CONHECIMENTOS ESPECFICOS Questes 31 a 40 41 a 50 Pontos 1,0 1,5 Questes 51 a 60 61 a 70 Pontos 2,0 2,5

b) CARTO-RESPOSTA destinado s respostas das questes objetivas formuladas nas provas. 02 - Verifique se este material est em ordem e se o seu nome e nmero de inscrio conferem com os que aparecem no CARTO-RESPOSTA. Caso contrrio, notifique o fato IMEDIATAMENTE ao fiscal. 03 - Aps a conferncia, o candidato dever assinar, no espao prprio do CARTO-RESPOSTA, a caneta esferogrfica transparente preferencialmente de tinta na cor preta. 04 - No CARTO-RESPOSTA, a marcao das letras correspondentes s respostas certas deve ser feita cobrindo a letra e preenchendo todo o espao compreendido pelos crculos, a caneta esferogrfica transparente preferencialmente de tinta na cor preta, de forma contnua e densa. A LEITORA TICA sensvel a marcas escuras; portanto, preencha os campos de marcao completamente, sem deixar claros. Exemplo: 05 - Tenha muito cuidado com o CARTO-RESPOSTA, para no o DOBRAR, AMASSAR ou MANCHAR. O CARTORESPOSTA SOMENTE poder ser substitudo caso esteja danificado em suas margens superior ou inferior - BARRA DE RECONHECIMENTO PARA LEITURA TICA. 06 - Para cada uma das questes objetivas, so apresentadas 5 alternativas classificadas com as letras (A), (B), (C), (D) e (E); s uma responde adequadamente ao quesito proposto. Voc s deve assinalar UMA RESPOSTA: a marcao em mais de uma alternativa anula a questo, MESMO QUE UMA DAS RESPOSTAS ESTEJA CORRETA.

07 - As questes objetivas so identificadas pelo nmero que se situa acima de seu enunciado. 08 - SER ELIMINADO desta Seleo Pblica o candidato que: a) se utilizar, durante a realizao das provas, de mquinas e/ou relgios de calcular, bem como de rdios gravadores, headphones, telefones celulares ou fontes de consulta de qualquer espcie; b) se ausentar da sala em que se realizam as provas levando consigo o CADERNO DE QUESTES e/ou o CARTO-RESPOSTA. Obs. O candidato s poder se ausentar do recinto das provas aps 60 (sessenta) minutos contados a partir do efetivo incio das mesmas. Por motivo de segurana, o candidato s poder levar o CADERNO DE QUESTES, se permanecer dentro da sala at 60 (sessenta) minutos antes do horrio estabelecido para o encerramento das provas.

09 - Reserve os 30 (trinta) minutos finais para marcar seu CARTO-RESPOSTA. Os rascunhos e as marcaes assinaladas no CADERNO DE QUESTES NO SERO LEVADOS EM CONTA. 10 - Quando terminar, entregue ao fiscal O CADERNO DE QUESTES, ressalvado o disposto na Obs. do item 08, e o CARTO-RESPOSTA e ASSINE A LISTA DE PRESENA. 11 - O TEMPO DISPONVEL PARA ESTAS PROVAS DE QUESTES OBJETIVAS DE 4 (QUATRO) HORAS. 12 - As questes e os gabaritos das Provas Objetivas sero divulgados no primeiro dia til aps a realizao das mesmas, no endereo eletrnico do BNDES (www.bndes.gov.br) e da FUNDAO CESGRANRIO (http://www.cesgranrio.org.br).

1

PROFISSIONAL BSICO FORMAO: DIREITO (1a FASE)

SETEMBRO / 2010

LNGUA PORTUGUESA55

Alm da aparnciaS existem dois dias em que nada pode ser feito: um se chama ontem e o outro amanh - Dalai Lama. Incio de ano sempre a mesma coisa: Este ano vou emagrecer, Este ano vou arranjar um bom trabalho, Este ano vou achar o amor da minha vida, este ano, este ano... e por a vai. Vale tudo (ou quase tudo): roupa branca, pular sete ondas, comer lentilha, se consultar com cartomantes, tarlogos, astrlogos que podem at nos dar uma previso. Contudo, mais que prever o futuro preciso conceb-lo! Conceber o futuro somar novos esforos queles j feitos anteriormente em busca de um objetivo muito bem definido e planejado, sem esquecer que esse futuro que concebemos deve estar sempre em congruncia com nosso eu. So muitas as promessas que fazemos com o raiar de um novo ano. A sensao que se tem a de que ganhamos um caderno novinho em folha, com pginas em branco nas quais escreveremos uma nova histria. Mas muitos esquecem que para fazer uma vida nova preciso no apenas de um novo ano, mas sim de um conjunto de aes que, em minha opinio, podem ser resumidas em trs: viso, autoconhecimento e autodesenvolvimento. Assim, acredito que o primeiro passo na construo de uma vida nova comea pela definio de uma viso: o que voc quer da vida? Tem gente que vive apenas fazendo o que a vida quer, usando o velho lema do Zeca Pagodinho deixa a vida me levar. Prefiro ficar com o Jota Quest que diz: a gente leva da vida a vida que a gente leva. A viso pessoal tem o poder de dar sentido s coisas, muitas vezes aparentemente insignificantes. Ela responde aos porqus. Por que quero emagrecer? Por que quero conseguir um trabalho novo? Por que estou fazendo isso ou aquilo? Ela nos guia e nos mantm no caminho, afinal para quem no sabe aonde vai qualquer caminho serve. O Amir Klink tem uma frase brilhante que diz: muito triste passar a vida inteira cumprindo as suas obrigaes sem nunca ter construdo algo de fato. Primeiro passo concludo, voc sabe o que quer da vida. Agora preciso saber o que necessrio para concretizar essa viso, para transform-la em ao. O segundo degrau dessa escada saber quem voc . Conhece-te a ti mesmo, como diria Scrates, fundamental. Literalmente, preciso se olhar no espelho. Fazemos isso o tempo todo com os outros, observando seus comportamentos, suas aes e at seus aspectos fsicos. Mas, quanto tempo das nossas vidas nos dedicamos auto-observao? Olhar para si mesmo s vezes duro: descobrimos coisas que nem sempre nos agradam, mas s assim possvel corrigi-las.

60

5

65

10

70

15

75

20

80

25

85

30

Tendo um objetivo claro e se conhecendo fica muito mais fcil definir quais armas usar. como viajar: a depender do destino voc arruma sua mala. Se voc for para o Alasca e no tiver roupas de frio ter que comprar ou pedir emprestado. O passo seguinte se desenvolver. Ou seja, eu sei pra onde quero ir, conheo minhas foras e fraquezas, o que preciso aprimorar e/ou adquirir para chegar l? Conhecimento, comportamento e atitudes. Uma avaliao 360 tornar possvel identificar em quais aspectos precisaremos caprichar mais. necessrio armar-se competncias, lembrando que o sucesso de ontem no nos garante o sucesso de amanh. Somando essas trs aes e dedicando-se a elas est feito o caminho. Da fazer um acordo consigo mesmo e segui-lo risca. Mais do que estabelecer metas, preciso planejar, buscar novas oportunidades, ter iniciativa, adquirir as informaes necessrias, dar o melhor de si, comprometer-se com suas escolhas, cultivar sua rede de contatos, ter autoconfiana, correr riscos sempre calculados e persistir. Algumas pessoas tentam, fazem de tudo, mas no conseguem. Para esses deixo uma frase do Bernardinho, tcnico da seleo brasileira masculina de vlei: Podemos at no vencer o campeonato, mas precisamos deixar a quadra com a certeza de que fizemos o melhor que pudemos. Outras ganham flego no incio, mas acabam desistindo. Esses so aqueles que esperam pelos prximos anos, para comear tudo novo de novo. E h ainda aqueles que vo at o final, caem, levantam a poeira e do volta por cima. Mas assim que a vida segue. Mensagem final? No. Mensagem inicial (aqui vai ela): Pedras no caminho? Guarde todas! Um dia construir um castelo.Carolina Manciola Disponvel em . Acesso em: 01 jul 2010. (Adaptado).

1A passagem do texto que, especfica e semanticamente, ratifica a afirmativa de que as pessoas, em geral, esto sempre postergando suas realizaes (A) S existem dois dias em que nada pode ser feito: ( . 1-2) (B) ...este ano, este ano... e por a vai ( . 6) (C) Vale tudo (ou quase tudo): ( . 6-7) (D) ...roupa branca, pular sete ondas, ( . 7) (E) ...consultar com cartomantes, tarlogos, astrlogos... ( . 8)

35

40

45

2Em ...astrlogos que podem at nos dar uma previso. ( . 8-9), na linha argumentativa do texto, o vocbulo destacado, no contexto em que se insere, caracteriza-se, semanticamente, como um(a) (A) bloqueio. (B) demrito. (C) refutao. (D) admisso. (E) contestao.

50

PROFISSIONAL BSICO FORMAO: DIREITO (1a FASE)

2

3Em ...esse futuro que concebemos deve estar sempre em congruncia com nosso eu. ( . 13-15), o vocbulo destacado pode ser substitudo, sem alterao de sentido, por (A) dissonncia. (B) resistncia. (C) correspondncia. (D) relutncia. (E) controvrsia.

10NO h correspondncia semntica entre a passagem retirada do texto e a caracterstica a ela atribuda, em destaque direita, em (A) ...fizemos o melhor que pudemos. ( . 80) empenho. (B) Outras ganham flego no incio, ( . 80-81) iniciativa. (C) mas acabam desistindo. ( . 81) perseverana. (D) caem, ( . 84) insucesso. (E) levantam a poeira e do volta por cima. ( . 84) persistncia.

4No contexto em que se insere, a expresso que contrasta, semanticamente, com a concepo de futuro (A) ...objetivo muito bem definido e planejado, ( . 12-13) (B) ...congruncia com nosso eu. ( . 14-15) (C) ...o raiar de um novo ano. ( . 16) (D) ...caderno novinho em folha, ( . 18) (E) ...um conjunto de aes... ( . 21-22)

11O ditado popular que, semanticamente, corresponde ao sentido de Pedras no caminho? Guarde todas! Um dia construir um castelo. ( . 86-87) (A) quem tudo quer, tudo perde. (B) mais vale um pssaro na mo do que dois voando. (C) filho de peixe, peixinho . (D) casa de ferreiro, espeto de pau. (E) de gro em gro a galinha enche o papo.

5A passagem do texto, dentre as abaixo relacionadas, que apresenta oposio de sentido com o que voc quer da vida? ( . 26) (A) ...d