Aula 3 - Classificacao Dos Riscos - Cristiane

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Segurança de laboratorio

Text of Aula 3 - Classificacao Dos Riscos - Cristiane

  • Classificao dos Riscos

    Agentes Qumicos

  • Agentes qumicos

    Agentes fsicos

    Agentes biolgicos

    Agentes ergonmicos

    Riscos mecnicos ou de acidentes

    decorrentes do ambiente de trabalho

    Riscos

  • Caractersticas de periculosidade

    Os produtos qumicos como fatores de risco

  • Asfixiantes

    Asfixiantes Simples: so gases inertes. Sua presena diminui a concentrao de oxignio do ar. Por isso so perigosos em concentraes muito elevadas. Exemplos: N2 , He e outros gases nobres.

    Perigoso quando ocorre vazamento

    em ambiente confinado.

    Asfixiantes Qumicos: substncias que impedem a utilizao bioqumica do O2. Exemplos: Cianeto (CN), cido sulfdrico (H2S), CO.

  • A dada substncia qumica impede a chegada de O2 aos

    tecidos.

    Sua atuao pode ocorrer de diferentes maneiras:

    CO fixa-se na hemoglobina no lugar do O2;

    HCN fixa-se na citocromooxidase;

    H2S alm de bloquear a citocromooxidase, afeta o

    centro regulador do sistema respiratrio.

    Asfixiantes

  • Explosivos

    Substncias que podem explodir sob efeito de calor, choque ou frico.

    As temperaturas de detonao so muito variveis:

    nitroglicerina, 117 oC; isocianato de mercrio, 180 oC;

    trinitrotolueno (TNT), 470 oC.

    Certas substncias formam misturas explosivas com outras. Ex: cloratos com certos materiais combustveis, tetrahidroresorcinol com metais (cuidado na hora de armazenar e descartar resduos)

    Outras, tornam-se explosivas em determinadas concentraes.

    Ex: cido perclrico a 50%

  • Comburentes (oxidantes)

    Substncias que em contato com outras produzem reao fortemente exotrmica. Ex: sulfontrica, sulfocrmica, nitritos de sdio e potssio, percloratos, permanganato de potssio, perxidos, hidroperxidos, etc...

  • Inflamveis

    Flash point (ponto de ignio): temperatura acima da qual uma substncia desprende suficiente vapor para produzir fogo quando em contato com o ar e uma fonte de ignio Ponto de autoignio: temperatura acima da qual uma substncia desprende vapor suficiente para produzir fogo espontaneamente quando em contato com o ar Presso de vapor Ponto de ebulio

    A inflamabilidade depende de uma srie de parmetros:

  • Txicos

    - efeito agudo: dose nica ou exposio < 24 horas - efeito sub-agudo: 2 semanas a 3 meses de exposio - efeito crnico: exposio > 3 meses - outros fatores: rgo afetado, efeito direto ou indireto, sinergismos, efeitos cruzados

    DL50 : o que significa?

  • Corrosivos

    Substncias que, em contato com tecidos vivos ou materiais, podem exercer efeitos destrutivos sobre os mesmos. Ex: metais alcalinos, cidos fortes e bases fortes, desidratantes e oxidantes;

  • Irritantes

    Substncias no corrosivas que por contato com a pele ou mucosas pode

    provocar reao inflamatria.

    substncias corrosivas a baixas concentraes so irritantes

    quanto mais solvel em gua, mais irritante para o trato respiratrio

    solventes orgnicos so irritantes por dissoluo da camada lipdica

    protetora da pele.

    Ordem decrescente: Hidrocarbonetos saturados, Hidrocarbonetos

    aromticos, halogenados, lcoois, steres, cetonas, aldedos

  • Danosos ao meio ambiente Substncias que, apesar da baixa toxicidade ao homem, pode causar efeitos danosos ao meio ambiente. Importante ser considerado principalmente quando presente nos

    resduos (slidos, lquidos ou gasosos) de laboratrio.

  • Classe I: substncias cujo efeito carcinognico para o homem foi

    demonstrado atravs de estudos epidemiolgicos de causa-efeito;

    Classe II: substncias provavelmente carcinognicas para o

    homem. Estudos de toxicidade a longo prazo efetuados em

    animais;

    Classe III: substncias suspeitas de causar cncer no organismo

    humano, para as quais no se dispe de dados suficientes para

    provar sua atividade carcinognica e os estudos com animais no

    fornecem provas suficientes para classific-las na classe II.

    Carcinognicos

  • Grupo 1- Carcinognico para humanos - 107 agentes; Ex: Aflotoxinas, bebidas alcolicas, compostos de arsnio, benzeno, formol Grupo 2A - Provavelmente carcinognico para humanos 59 agentes; Ex: nitrato ou nitrito, bifenil policlorado, tetracloroetileno, etc. Grupo 2B - Possivelmente carcinognico para humanos - 266 agentes; Ex: Dietanolamina, tetracloreto de carbono, isopreno, chumbo, etc. Grupo 3 No classificveis 508 agentes; Ex:Tolueno, Cafena, HCl, hidroquinona, etc. Grupo 4 Provavelmente no carcinognico para humanos 1 (Caprolactama)

    Carcinognico

  • Substncias que podem alterar o material gentico de clulas somticas ou

    reprodutivas. Dividem-se em 3 categorias, como os carcinognicos.

    O nmero de substncias reconhecidamente mutagnicas muito maior do

    que o de carcinognicas;

    Considera-se que alguns tipos de cncer so resultado da evoluo de

    processos mutagnicos.

    Mutagnicos

  • Substncias que podem produzir alteraes no feto durante seu

    desenvolvimento intrauterino (m formao fetal)

    Classe I: substncias para as quais o efeito teratognico foi demonstrado por estudos de causa-efeito;

    Classe II : substncias provavelmente teratognicas ao homem Ex: acetonitrila, sais de cdmio, clorofrmio, carbamatos, etinil estradiol, compostos de mercrio, etc.

    Teratognicos

  • Piet de Miquelangelo (Baslica de So Pedro Roma) Piet de Minamata

    Tomoko Uemura in her Bath, Minamata, Japan, 1972. Foto de W. Eugene Smith

  • Alergnicos Substncias que causam resposta anormal do sistema imunolgico de defesa Exemplos: aminas, aldedos, acrilatos, isocianatos, epxidos, berlio, cromo, nquel, cobalto

    Alergnicos

  • Haletos de no-metais (BCl3, BF3, SiCl4, PCl5, S2Cl2, etc)

    PCl5 + H2O POCl3 + 2 HCl

    Haletos inorgnicos cidos (POCl3, SOCl2, SO2Cl2, etc)

    H2O + O=SCl2 SO2 + 2 HCl

    Haletos metlicos anidros (AlCl3, TiCl4, ZrCl4, SnCl4, etc):

    AlCl3 + 3H2O Al(OH)3 + 3 HCl

    xido de fsforo (V)

    P4O10 (s) + 6H2O (l) 4H3PO4 (aq) (-177 kJ)

    Ca2C

    CaC2(s) + 2H2O(l) Ca(OH)2 (s) + C2H2 (g)

    Haletos orgnicos cidos e anidridos de baixo peso molecular:

    CH3COCl (l) + H2O (l) CH3COOH (aq) + HCl (g)

    Algumas substncias que reagem violentamente com a gua (cont.):

  • 1. Rtulo do produto

    2. FISPQs - Fichas de Segurana de Produtos Qumicos

    (MSDS) Material Safety Data Sheet

    Esto sendo alterados para atender ao GHS.

    Globally Harmonized System

    of Classification and Labelling of Chemicals

    Onde encontrar informaes sobre os produtos qumicos

  • GHS - Classificao

    Perigos sade

    Toxicidade aguda

    Corroso/Irritao da pele

    Danos/irritao sria nos olhos

    Sensibilizao respiratria ou drmica

    Mutagenicidade em clulas germinativas.

    Carcinogenicidade

    Toxicidade reproduo

    Toxicidade sistmica em rgo alvo exposio nica

    Toxicidade sistmica em rgo alvo exposio

    mltipla

    Perigoso por aspirao

  • Perigo fsico

    Explosivos; Gases inflamveis

    Aerossis inflamveis; Gases oxidantes

    Gases sob presso; Lquidos inflamveis

    Slidos inflamveis; Substncias auto-reativas

    Lquidos pirofricos; Slidos pirofricos

    Substncias que, em contato com a gua, emitem gases

    Inflamveis; Lquidos oxidantes; Slidos oxidantes; Perxidos orgnicos

    Corrosivo aos metais

    GHS - Classificao

  • Perigos ao meio ambiente

    Perigoso para o ambiente aqutico

    Toxicidade aqutica aguda

    Toxicidade aqutica crnica

    Potencial de bioacumulao

    Degradabilidade rpida

    GHS - Classificao

  • Classificao de Perigo

    Formado por 1 letra (H) e 3 nmeros:

    1 algarismo:

    2 usado para perigos fsicos

    3 usado para perigos sade

    4 usado para perigos ao meio ambiente

    2 e 3 algarismos so utilizados para as propriedades

    intrnsecas do produto qumico

    Ex: inflamabilidade: 220 a 230

  • FISPQ para NaOH

  • Idealmente: As FISPQs de todos os produtos do

    laboratrio deveriam estar disponveis em pastas no

    laboratrio.

    Problema: cada ficha tem cerca de 10 a 11 folhas;

    Proposta: montar uma FISPQs simplificada para acesso

    rpido e a ficha completa pode ficar disponvel no

    computador ou na rede do IQ (um banco de fichas).

  • Baixar as FISPQs de quatro produtos de livre escolha;

    Verificar a classificao dos produtos com relao aos

    perigos;

    como deve ser feita a manipulao, o armazenamento

    e o descarte destas substncias.

    Preparar uma ficha simplificada (frente e verso) com as

    informaes de segurana dos produtos.

    ATIVIDADE para a prxima semana em dupla