Apostila Custo Importa§£o

  • View
    52

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Apostila Custo Importa§£o

COMO ESTIMAR CUSTOS NA ATIVIDADE DE IMPORTAO

ANDR ROGRIO BERTO Mestrando do Curso de Administrao do Programa de Ps-Graduao PPA da Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Universidade Estadual de Maring (UEM) .

Resumo Este artigo visa apresentar suscintamente os procedimentos necessrios realizao de importaes, incluindo a base de clculo dos impostos incidentes sobre essa atividade. Portanto, este trabalho prope-se a apresentar um esclarecimento sobre cada etapa do processo de importao e a oferecer um guia de orientao para a atividade de importao. A apresentao desses tpicos faz-se necessria para que o adquirente da mercadoria tenha maior clareza na solicitao da compra do produto. O artigo apresenta tpicos a serem considerados desde o momento da identificao da necessidade do produto at a chegada desde na empresa. Atravs de uma compilao das informaes foi possvel definir uma planilha que auxilie as empresas a tomarem a deciso da aceitao ou reprovao da importao do produto. 1) Introduo A falta de orientao sobre atividades de Comrcio Internacional, especialmente a atividade de Importao, tem levado muitas empresas a arriscarem-se no processo sem ter claro conhecimento do assunto. Isto muitas vezes, acarreta grandes prejuzos. A atividade de importao precisa ser antecedida de uma etapa de avaliao das necessidades da operao (acesso aos fornecedores, agenciamentos, logstica, etc) e de levantamento dos custos envolvidos no processo. As informaes que precisam ser analisadas pelo tomador de deciso precisam abranger todos os custos da atividade. Para tanto, necessrio um planejamento detalhado da operao, para que possa ser tomada a deciso adequada. Contudo, necessrio que as empresas obtenham o mximo de informaes antes de ingressarem na atividade de importao, pois conforme dito no pargrafo acima, a conseqncia da falta de informao nessa atividade pode acarretar custos extras que a empresa no esta contando no momento em que decide importar, e nesse caso melhor contar com os servios de empresas especializadas no assunto at que se obtenha o conhecimento necessrio para ingressar particularmente na atividade. Este artigo tem o objetivo principal de apurar as informaes de custos necessrias para as decises associadas importao. Essa pesquisa buscou focar em informaes que suprissem a necessidade de: 1) orientar as empresas importadoras com relao aos procedimentos necessrios a serem tomados durante o contato de cotao, 2) 1

traar uma linha de procedimentos para que uma empresa possa importar seu produto, e 3) definir uma planilha dinmica de previso oramentria para os custos inerentes importao.

2) Metodologia da Pesquisa Esse trabalho foi desenvolvido atravs de pesquisa bibliogrfica e documental. A pesquisa documental contemplou a legislao especfica importao, assim como as pginas (sites ou web pages) dos rgos governamentais que tratam de importao. estudo de rotinas empregadas no processo de importao e coleta de dados dos custos aplicados neste processo. O cenrio escolhido como tema de estudo foi o Brasil, devido aos procedimentos gerais de importao serem definidos em grande parte de Receita Federal com validade para todo o territrio nacional, Porm a rea de delimitao para fins de anlise de custos levou em considerao a convenincia para coleta de dados e optou-se pela cidade de Maring, onde situa-se atualmente a EADI (Estao Aduaneira do Interior) e o Porto da cidade de Paranagua. Em razo de sua condio em termos de incentivos fiscais, a Zona Franca de Manaus foi excluda desta anlise. A pesquisa esteve preocupada em abranger o setor de comercializao de bens de uma forma ampla.

3) Delimitao da Pesquisa A respeito da importao de servios, devido grande variedade de servios que podem ser oferecidos, consideram-se os itens que sejam aplicveis. Salienta-se que necessrio haver profunda identificao com relao necessidade de adaptao da empresa externa aos processos brasileiros e a sua cultura organizacional e nacional. 4) Justificativa e Relevncia da pesquisa Diante do atual processo de globalizao, as importaes e exportaes do pas tm merecido especial ateno. Isso pode ser observado em todos os setores da economia, principalmente o que engloba a balana de pagamentos, onde destaca-se o esforo do governo em incentivar a exportao, que um dos fatores que afeta diretamente a economia nacional. A importao caracterizada pela entrada de mercadorias em um pas, compreendendo um conjunto de servios, tais como: fretes, seguros e servios bancrios. Segundo FOSCHETE (2001), o mercado internacional pode ser compreendido a partir da teoria da vantagem absoluta e da teoria da vantagem comparativa. A teoria da vantagem absoluta expressa por Adam Smith, em 1976, afirma que nenhum pai de famlia deve tentar produzir em casa aquilo que lhe custar mais para produzir do que para comprar. A partir dessa afirmao, FOSCHETE (2001) explica que um pas pode ser mais eficiente na produo de algumas mercadorias e menos eficiente na produo de outras. Esclarece tambm que um pas pode beneficiar-se do produto que est sendo oferecido por outro atravs das leis do livre comrcio. FOSCHETE (2001) ainda apresenta a teoria da vantagem comparativa e demonstra que, segundo David Ricardo, o comrcio mutuamente vantajoso quando existe uma vantagem comparativa, e no necessariamente absoluta de um pas em relao a outro. A 2

partir desse conceito, observa-se que os mercados estaro trocando entre si o excedente da produo. No Brasil, as importaes so feitas, s vezes, por escassez da matria-prima primria ou secundria, e muitas vezes tambm por falta de tecnologia de montagem do equipamento ou servio no pas. Outras vezes, a importao ocorre porque o adquirente apresenta maior confiabilidade na qualidade dos produtos e servios prestados por empresas do exterior. Alm desses fatores, ainda apresenta-se a concorrncia pelo preo e prazo de entrega ou execuo do servio. Sendo assim, observa-se que, em razo do princpio da Lei do Livre Comrcio, h necessidade de que as empresas possam fazer uma anlise mais transparente de seus fornecedores. Essa observao benfica para que elas possam estar mantendo a continuidade da empresa, mediante a contratao do melhor produto ou servio de acordo com os seus direcionadores de anlise. Este trabalho justifica-se pela necessidade de apresentar um estudo mais detalhado sobre o assunto, de modo a oferecer ao gestor e/ou ao tomador de decises da empresa as informaes necessrias a sua atuao.

5) A deciso de importar Definir o objeto da transao Algumas reas tcnicas ainda acreditam que para melhorar preciso comprar. Mas no h definio sobre o que especificamente necessrio comprar. Para iniciar essa transao, necessrio ter determinao exata de qual produto deve ser comprado, com as especificaes bsicas necessrias e a variao de quantidade permitida. dessa forma que so definidos os parmetros bsicos para a negociao. Entende-se por quantidade permitida o intervalo de variao aceitvel para a anlise da negociao. Esse intervalo identificado a partir da estratgia utilizada pela empresa. Dessa forma, a empresa importadora pode definir o nmero mnimo de produtos para a realizao da operao e o nmero mximo, delimitando assim a variao permitida a maior e a menor. Esse nmero ser apontado pelo planejamento estratgico da empresa e pelo controle de estoques. Por exemplo, no caso da compra de uma mquina para uma metalrgica, provavelmente o nmero de variao desse produto seja zero, pois no h interesse pela aquisio de uma outra mquina para ficar estocada aguardando a criao de outra unidade, a menos que essa previso esteja definida no planejamento de curto prazo da empresa. No entanto, a compra de uma mquina copiadora para uma empresa que tem como ramo de trabalho a reproduo de documentos talvez seja interessante, caso haja bons descontos que incentivem a compra de duas mquinas. Para a tomada dessa deciso, necessrio que o controlador da empresa leve em conta o fluxo de caixa atual e o retorno esperado com a compra de um ou mais produtos adicionais. Analisando a situao de compra de acessrios para revenda em lojas de preo nico, tm-se como necessidade de avaliao o fluxo de caixa da empresa, as formas de armazenamento e acondicionamento de tais produtos e o prazo de prescrio de cada item. O comprador, ao encomendar nove caixas corre o risco de vender apenas cinco no prazo de prescrio da validade do produto, tendo de assumir um prejuzo de quatro caixas, alm dos inconvenientes com a ocupao de espao no estoque. Antes de decidir sobre a necessidade de importar um produto, a empresa deve realizar um estudo do mercado em que est inserida. Os produtos nacionais tm apresentado 3

boas condies de trabalho e prazo de manuteno que a maioria das empresas do exterior no oferecem. Mesmo assim, pode-se observar que ainda persiste um preconceito com relao ao produto nacional, sendo isso fruto de uma cultura nacional que precisa ser modificada. Conhecer o fornecedor Conhecida a necessidade da empresa, assim como o objeto da importao, iniciase a pesquisa para identificar as empresas que fornecem o material necessrio. Essa pesquisa pode ser feita nos sites de procura na internet, contatos da empresa, indicaes de fornecedores nacionais/internacionais ou empresas que trabalham com despacho aduaneiro. Antes de iniciar a transao, necessrio que a empresa tenha conhecimento do fornecedor, sabendo se este confivel e se o produto que comercializa ou o servio que presta ir atender s necessidades de qualificao exigidas. Para a obteno dessas informaes, pode-se recorrer novamente s fontes que fizeram a indicao. Depois de identificada a empresa e conhecido o seu trabalho, ainda pode ser feito um estudo da empresa pela anlise das demonstraes financeiras e aprovaes nos programas de qualidade total. Realizar cotao Uma transao inicia-se pela cotao do produto quando nos referimos ao comrcio internacional, devido a particularidade da negociao, essa cotao muitas vezes chamada de Proforma