Ana Cristina dos Santos Teixeira - Universidade do Minho ... Cristina dos...  Ana Cristina dos Santos

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Ana Cristina dos Santos Teixeira - Universidade do Minho ... Cristina dos...  Ana Cristina dos...

Outubro de 2011

Ana Cristina dos Santos Teixeira

UM

inho

|201

1An

a C

ristin

a do

s Sa

ntos

Tei

xeira

Universidade do MinhoInstituto de Educao

Negociao e autodireco numa pedagogia re(ide)alista: uma experincia na disciplina de Ingls

Ne

go

cia

o

e a

uto

dir

ec

o

nu

ma

pe

da

go

gia

re

(id

e)a

list

a:

um

a e

xpe

ri

nci

a n

a d

isci

pli

na

de

In

gl

s

Dissertao de Mestrado

rea de Especializao Superviso Pedaggica na Educao em Lnguas Estrangeiras

Mestrado em Cincias da Educao

Trabalho realizado sob a orientao da

Professora Doutora Isabel Flvia Gonalves

Fernandes Ferreira Vieira

Universidade do MinhoInstituto de Educao

Outubro de 2011

Ana Cristina dos Santos Teixeira

Negociao e autodireco numa pedagogia re(ide)alista: uma experincia na disciplina de Ingls

AUTORIZADA A REPRODUO PARCIAL DESTA DISSERTAO APENAS PARA EFEITOSDE INVESTIGAO, MEDIANTE DECLARAO ESCRITA DO INTERESSADO, QUE A TAL SECOMPROMETE;

Universidade do Minho, ___/___/______

Assinatura: ________________________________________________

iii

Agradecimentos:

minha supervisora, Professora Doutora Flvia Vieira, pela sua constante disponibilidade, o incansvel apoio, a pacincia, o encorajamento e os conhecimentos vlidos transmitidos. um orgulho ter sido orientada por uma pessoa to autntica com quem me identifico e cujo trabalho constituiu uma referncia incontestvel do meu desenvolvimento profissional e pessoal;

direco da minha escola Escola E. B. 2,3 de Rebordosa , em especial Directora, Amlia Santos, que me apoiou incondicionalmente durante a realizao deste projecto;

aos meus alunos e respectivos encarregados de educao, que se mostraram sempre entusiasmados ao longo de toda a experincia;

Ana Isabel, com quem fiz uma parelha quixotesca inseparvel e que confiou em mim ao aceitar o desafio de se inscrever comigo neste mestrado; Helena Serdoura, mulher de luta, que tive a sorte de conhecer durante este nosso novo percurso e com quem tive a honra de trabalhar. Aprendi muito com as duas;

aos meus amigos e colegas pela partilha, dilogo, apoio e cumplicidade;

aos meus pais, irms, sobrinhos, cunhados, sogros, Tita e Titi Bia, que estiveram sempre ao meu lado;

aos dois girassis da minha vida, Rui e Joo, que fazem de mim uma pessoa feliz. Sem o vosso amor, apoio, incentivo eu no teria chegado at aqui.

A todos o meu muito obrigada

iv

Para ser grande, s inteiro: nada Teu exagera ou exclui. S todo em cada coisa. Pe quanto s No mnimo que fazes.

Ricardo Reis

v

NEGOCIAO E AUTODIRECO NUMA PEDAGOGIA RE(IDE)ALISTA: UMA EXPERINCIA NA DISCIPLINA DE INGLS

Ana Cristina dos Santos Teixeira Dissertao de Mestrado

Mestrado em Cincias da Educao -- Superviso Pedaggica na Educao em Lnguas Estrangeiras Universidade do Minho 2011

RESUMO

O presente estudo, levado a cabo pela professora-investigadora em 2010/2011 com uma das suas

turmas de ensino regular do 7 ano de escolaridade de Ingls, visou a promoo da negociao e da

autodireco na educao em lnguas, contrariando uma pedagogia de orientao reprodutora.

Procurando atender s necessidades e interesses dos alunos e conciliar as exigncias do sistema com

a promoo da autodireco, recorreu-se a uma abordagem pedaggica hbrida, na qual as aulas

normais, dirigidas pela professora para o cumprimento do programa, foram intercaladas com aulas

de aprendizagem autodirigida, baseadas na negociao de objectivos, contedos e modalidades de

aprendizagem da lngua.

Os objectivos do estudo foram: (1) Conhecer representaes e percepes dos alunos sobre a

experincia de aprendizagem do Ingls; (2) Compreender o papel do aluno e da professora na

negociao pedaggica, num ambiente de aprendizagem autodirigida; (3) Identificar potencialidades e

constrangimentos da negociao pedaggica, num ambiente de aprendizagem autodirigida.

Trata-se de um estudo de (auto)superviso, enquadrado num paradigma de investigao naturalista,

com recurso a estratgias de recolha de informao predominantemente qualitativas e com uma

funo simultaneamente pedaggica e investigativa: questionrios, Roteiro de Aprendizagens dos

alunos, anlise de episdios de interaco pedaggica (videogravados e transcritos) e caderno de

investigao da professora-investigadora. A metodologia adoptada dirigiu-se compreenso e

transformao da aco num contexto particular, aproximando-se da investigao-aco.

A avaliao da experincia permitiu concluir que a negociao de sentidos e decises despertou os

alunos para uma maior consciencializao do seu estado actual de conhecimento e desenvolveu a

sua capacidade de aprender a aprender. Ao assumirem um papel activo na gesto da aprendizagem,

tornaram-se co-construtores do currculo-em-aco, num processo colectivo que alterou

significativamente os modos de aprender e ensinar uma lngua estrangeira. A abordagem seguida, de

natureza hbrida, foi validada pelos participantes, revelando ser uma alternativa re(ide)alista face a

abordagens mais convencionais, mais prxima do ideal defendido: uma pedagogia para a autonomia

na educao escolar, neste caso na educao em lnguas estrangeiras.

vi

NEGOTIATION AND SELF-DIRECTION IN A RE(IDE)ALISTIC PEDAGOGY: AN EXPERIENCE IN AN ENGLISH CLASS

Ana Cristina dos Santos Teixeira Masters Dissertation

Master in Education -- Pedagogical Supervision in Foreign Language Education University of Minho 2011

ABSTRACT

The present study, carried out by the teacher-researcher in 2010/2011 in one of her 7th grade

English classes, aimed at the promotion of negotiation and self-directed language education, in

opposition to a reproductive pedagogy. In order to respond to the students needs and interests and

harmonise the requirements of the system with the promotion of self-direction, a hybrid pedagogical

approach was used. The normal lessons, directed by the teacher to accomplish the syllabus, were

interspersed with self-directed lessons based on the negotiation of objectives, contents and ways of

learning the language.

The aims of the study were (1) to know the representations and perceptions of the students about the

English learning experience; (2) to understand the teachers and students role in pedagogical

negotiation in a self-directed environment; (3) to identify potentialities and constraints associated to

pedagogical negotiation in a self-directed environment.

It was a (self)supervision study within a naturalistic research paradigm. The research techniques were

mainly qualitative and had both pedagogical and research purposes: questionnaires, students

Learning Route, pedagogical interaction analysis (videotaped and transcribed) and the teacher-

researchers notebook. As an action-research methodology, its purpose was the understanding and

transformation of action in a particular context.

The experiment results show that the negotiation of meaning and decisions fostered students

awareness about their actual state of knowledge and developed their capacity of learning how to learn.

By having an active role in their learning process, students became co-constructors of the curriculum-

in-action in a collective process which changed significantly the way of learning and teaching a foreign

language. The hybrid approach was validated by the participants and turned out to be a re(ide)alistic

alternative to more traditional approaches, closer to our ideal: a pedagogy for autonomy in school

education, in this case in foreign language education.

vii

NDICE

CAPTULO 1 Entre o Real e o Ideal: Pressupostos de uma Pedagogia Re(ide)alista

na Educao em Lnguas 1

CAPTULO 2 Contexto de Interveno/Investigao 15

2.1 A escola 15

2.2 A turma 18

2.3 A professora 21

CAPTULO 3 Metodologia de Interveno/Investigao 26

3.1 Tipo de estudo, objectivos e plano geral de interveno 26

3.2 Estratgias e instrumentos de recolha de informao 32

3.2.1 Questionrios inicial, intermdio e final 33

3.2.2 Dilogo sobre a aprendizagem 35

3.2.3 Videogravao e transcrio de aulas 36

3.2.4 Roteiro de Aprendizagens 38

3.2.5 Caderno de investigao 40

3.3 Qualidade e limitaes do estudo 42

CAPTULO 4 Negociao e Autodireco: Processos e Resultados 45

4.1 Descobrir o papel do aluno previamente experincia 45

4.2 Preparar a aprendizagem autodirigida 58

4.3 Aulas de aprendizagem autodirigida: reconfigurando o papel dos alunos