Alyne Cristina Lamy Mendes Daniela Sanchez Bregolin Leandro Hostert V¢nia Gusso Scherbate

  • View
    107

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Alyne Cristina Lamy Mendes Daniela Sanchez Bregolin Leandro Hostert V¢nia Gusso Scherbate

  • Slide 1
  • Alyne Cristina Lamy Mendes Daniela Sanchez Bregolin Leandro Hostert Vnia Gusso Scherbate
  • Slide 2
  • Linhagem: Bacteria; Proteobacteria; Betaproteobacteria; Burkholderiales; Burkholderiaceae; Cupriavidus. Atualmente conhecida como Cupriavidus metallidurans CH34, essa bactria j foi denominada anteriormente de: Cupriavidus necator CH34, Wautersia metallidurans CH34, Ralstonia metallidurans CH34, Ralstonia eutropha CH34 e Alcaligenes eutrophus CH34.
  • Slide 3
  • Mananciais meso e hipotermais. Associadas : Flavobacterium, Vibrio e Aeromonas. Em locais contaminados com despejos. Associadas : Pseudomonas.
  • Slide 4
  • Esta linhagem bacteriana foi isolada em sedimentos de tanques de decantao de zinco em Lige, Blgica no ano de 1976. Possui alta resistncia a Ag +2, Bi +3, Cd +2, Co +2, CrO 4 -2, Cu +2, Hg +2, Mn +2, Ni +2, Pb +2, SeO 4 -3, Tl +1 e Zn +2.
  • Slide 5
  • C. metallidurans CH34 uma bactria mesoflica, sua temperatura tima de 30 o C, capaz de crescer autotroficamente em meio mineral e em diferentes concentraes de H 2, O 2 e CO 2.
  • Slide 6
  • Cupriavidus metallidurans CH34 uma - proteobactria, Gram-negativa, no patognica. um bacilo no formador de esporos. E por estar adaptada para sobreviver a vrias formas de estresse de metais pesados ideal para estudar perturbaes desses em processos celulares.
  • Slide 7
  • Por ser quimiolitotrfica, pode crescer utilizando H 2 como fonte de energia e CO 2 como fonte de carbono. Quando o nitrato est presentes pode crescer anaerobicamente. Apresenta crescimento heterotrfico em uma variedade de compostos orgnicos como gluconato, lactato, piruvato, acetato,benzoato, glicerol, prolina, glicina, entre outros.
  • Slide 8
  • Sob restrio de N 2, acumula mais de 15% do seu peso em poli-3-hidroxibutanoato (PHB). Figura: Fotomicrografia eletrnica de grnulos de polmero biodegradvel do tipo poli-3- hidroxibutirato (P3HB) no interior de bactrias.
  • Slide 9
  • Modelos celulares podem ser testadas em ambientes artificiais semelhantes ao habitat natural desta bactria. Consegue degradar xenobiticos. Biodegradam pesticidas clorados, clorobenzenos e clorofenlicos, naftalenos, toluenos, anilinas e outros hidrocarbonetos.
  • Slide 10
  • muito importante industrialmente j que pode ser usada na biorremediao de solos contaminados por metais pesados. Figure: Bacterial induced formation of Cd crystals by A. eutrophus. The figure shows the bacterial formed CdCO3 crystals.
  • Slide 11
  • Possui um papel vital, juntamente com a espcie Delftia acidovorans, na formao de pepitas de ouro, precipitando o ouro metlico de uma soluo de tetracloreto de ouro III, que se trata de um composto extremamente txico para a maioria dos microorganismos. A C. metallidurans ultra-thin section containing a gold nanoparticle.
  • Slide 12
  • O Polihidroxibutirato (PHB) um composto de uma classe dos polmeros termoplstico chamados polihidroxialcanoatos. Serve para a bactria como uma maneira de armazenar dentro da clula, materiais que podem servir de reserva para obteno de carbono e como fonte de energia para o caso de ausncia de um dos dois.
  • Slide 13
  • O PHB pode ser usado na fabricao de embalagens para produtos de limpeza, higiene, cosmticos e produtos farmacuticos. Figura: Exemplo de degradao de sacola com biopolmero: (A) Estgio Inicial; (B) Aps 32 dias; (C) Aps 45 dias; (D) Com 52 dias em terra; (E) Com 61 dias em terra.
  • Slide 14
  • Alm disso, por ser biocompatvel e facilmente absorvido pelo organismo humano, pode ser empregado na rea mdico-farmacutica: fabricao de fios de sutura, prteses sseas, cpsulas que liberam gradualmente medicamentos na corrente sangunea.
  • Slide 15
  • Slide 16
  • PDAAN Tamanho 2 mm Pequena 5mm Grande Bordos LisoOndulado Elevao ConvexaOndulada Pigmentao Branca amarelada Forma PuntiformeIrregular EstruturaGranulosaFilamentosa
  • Slide 17
  • LactoseGlicoseIndolVMVPH2SH2SCatalaseCitratoGelatinaseMotilidade Resultado esperado Positivo (amarelo) Positivo Base amarela Reao vermelha Positivo (Vermelho) Negativo Positivo Negativo (Verde) NegativoPositivo Resultado obtido Positivo NegativoPositivoNegativo (verde) Positivo/ Negativo ? Positivo
  • Slide 18
  • Agar CetrimideEndoEMB Amido Casen a MacConkeyAgar leite Baird - Parker Resultado esperado Negativo PositivoNegativoPositivoNegativoPositivo Resultado obtido Negativo Houve crescimento (sem colorao) NegativoPositivoNegativoPositivo
  • Slide 19
  • ANALGESI. Biopolmero PHB Disponvel em:. Acessado no dia 26 de abril de 2011. BIOCEN do BRASIL. Caldo Bile Verde Brilhante Disponvel em: Acessado no dia 25 de abril de 2011. BIONDO, Ronaldo. Engenharia gentica de Cupriavidus metallidurans CH34 para biorremediao de efluentes contendo metais pesados. So Paulo, 2008. Orientadora: Ana Clara Guerrini Schenberg. COUTINHO, B.C. A importncia e as vantagens do polihidroxibutirato (plstico biodegradvel) Holos, Ano 20, dezembro de 2004. INTERNET CHEMISTRY. Biomineralisation of Gold Disponvel em:. Acessado no dia 25 de abril de 2011. SP LABOR. Caldo Cetrimide. Disponvel em: Acessado no dia 25 de abril de 2011.