"gua" Fonte da vida - MDB 4 edi§£o

  • View
    233

  • Download
    8

Embed Size (px)

DESCRIPTION

 

Text of "gua" Fonte da vida - MDB 4 edi§£o

  • 1facebook.com/RevistaMundodosBichos

    A gua o elemento que permite o surgimento da vida como a conhecemos. Entenda como essa substncia bsica crucial para a histria do homem

    GATOSConhea algumas das raas mais estranhas

    TARNTULASAnimais criados como pets em vrias partes do mundo

    BOOO cozinho mais pop do momento

    facebook.com/RevistaMundodosBichos

    FONTEda vida

  • 2 facebook.com/RevistaMundodosBichos

  • 3facebook.com/RevistaMundodosBichos

    Os segredos do beija-flor

    8BELEZA EM MOVIMENTO

    12 CAPAA relao ntima do ser humano com a gua

    FELINOSSe voc acha que j viu tudo sobre gatos, olhe de novo

    6

    USP RECICLASustentabilidade compartilhada com o mundo

    30BETAOs mitos do mais belo peixe de gua doce

    27

    10I ARANHASPet extico que inspira medo e fascinao

    19I DOENAS PSICOLGICASOs pets tambm sofrem com elas

    24I MAMUTESQuando a cincia alcana a fico

    36I MUNDONotcias do planeta animal

    O QUE TEM

    TODA EDIO04 Editorial05 Artigo 34 Curiosos 38 Click

    O cachorro mais famoso do planeta

    22O BOOM DO BOO

    Imagens de uma viagem de bicicleta pela Amrica Latina

    32DIRIO

  • 4 facebook.com/RevistaMundodosBichos

    Artigo

    Para sugestes, crticas ou elogios, envie e-mail para contato@revistamundodosbichos.com.br

    O FUTURO agora

    A ONU nomeou 2013 como o Ano Internacional de Cooperao pela gua. Na prtica, isso no deve mudar nada nas nossas vidas. Ou ento pode mudar tudo. Ns, da MDB, apostamos na se-gunda alternativa (jamais subesti-mamos o poder das informaes ou das aes) e fazemos a nos-sa parte para que voc tambm aposte. Por isso, a matria de capa desta edio explora a questo da gua de maneira abrangente, fa-lando da sua importncia para a natureza, a cultura, a histria e o futuro da vida sobre o planeta.

    E por falar em futuro, a Mundo

    dos Bichos est passando por um processo de evoluo. O 4 nme-ro da nossa revista inaugura uma proposta de design inovador, com mais grafismos, mais ilustraes e um layout mais sofisticado. Isso se tornou possvel graas nova par-ceira da MDB, Mayara Laurindo. Voc j deve ter visto o trabalho dela por a, inclusive na nossa 3 edio. Foi a Mayara que fez a ilustrao com os dinossauros nas pginas 14 e 15, alm da capa da nossa pgina no Facebook. E adi-vinha quem criou as artes da nos-sa matria de capa: a Mayara! O resultado ficou animal. Mas isso voc j esperava. Boa leitura!

    Tomei conhecimento de vossa revista Mundo dos Bichos e acredite, gostei muito. uma revista limpa, textos claros e que transmitem conhecimentos. Diria que os professores podem usar com

    tranquilidade o material nas escolas como fonte de pesquisa.

    Parabns pela revista! de muita qualidade e contedo bacana. Que bom!!!

    Patricia Corbi

    Prof. Jos Carlos Marcolino da Silva

    # Hashtagleitores/revistamundodosbichos @rmundodosbichos/mundodosbichos /revistamundodosbichos

    Edio bimestral - ANO I - N 4 jul/ago 2013

    Tiragem: 10 mil exemplares Distribuio gratuita

    DIRETOR EXECUTIVO - Marcelo Qunmarceloquen@revistamundodosbichos.com.br

    DIRETOR ADMINISTRATIVO - Diogo Oliveiradiogo@revistamundodosbichos.com.br

    EDITOR - Dacyo Cavalcantedacyo@revistamundodosbichos.com.br

    JORNALISTA RESPONSVEL - Fabiana AssisMtb 55169

    REPORTAGEM - Lusa Dentello / Vitor Haddad / Pedro Junqueira

    DESIGN EDITORIAL - Marcelo Qun / Mayara Julia Laurindo

    ILUSTRAO - Mayara Julia Laurindomayara@revistamundodosbichos.com.br

    GERENTE DE CONTAS - Fabio Rufinocomercial@revistamundodosbichos.com.br

    ANALISTA DE REDES SOCIAIS - Vitor Haddadvitor@revistamundodosbichos.com.br

    LOGSTICA - Raphael Trolese

    ARTICULISTA - Kdu Oliveira / Heitor Francischini

    COLUNISTA SOCIAL - Simone Dib

    CONSULTORESJaquelini Fiochi - Mdica VeterinriaVagner Jos Mendona - BilogoHeitor Francischini - Bilogo COLABORADORESRaquel BonazziPatricia Corbi Bruna BergantinRafaela BarrosDbora SilvestreValmir camposVanessa GarciaGerson Mendes

    ANUNCIE: (16) 3461 2472 comercial@revistamundodosbichos.com.br

    Mundo dos Bichos no tem responsabilidade editorial pelos conceitos emitidos nos artigos assinados

    EDITORIAL

    Dacyo CavalcanteEditor

  • 5facebook.com/RevistaMundodosBichos

    Artigo

    No ms de junho, nosso pas assistiu a um movimento popular que, no futuro, ire-mos lembrar como a revol-ta dos 20 centavos. Brados soaram pelos quatro cantos tupi-niquins de que o gigante acordou. Nossos gritos, nossas necessidades certeiramente buscam a sustentabi-lidade num pas to rico em recur-sos naturais e humanos como em antagonismos sociais e polticos.

    Por debaixo dos nossos ps, est outro gigante silencioso, que abas-tece milhes de pessoas por 4 pa-ses trazendo gua pura e limpa para nossos lares, indstrias e lavouras. Trata-se do Aqufero Guarani.

    A gua ainda no considerada pela ONU como um bem de direi-to humano, pagamos por algo que indubitavelmente deveria ser de graa e de acesso a todos. A cada vez que compramos uma garra-finha, que custa por volta de R$ 1,50, estamos contribuindo para a privatizao do maior tesouro da humanidade. No podemos beber ouro, diamante ou dinheiro. Em

    O GIGANTEinvisvel

    Kdu Oliveira*

    *Psiclogo. CRP:06/77717

    cada objeto que voc olha, litros e mais litros de gua foram usa-dos para sua constituio. A gua que vem de nossos rios, aquferos e lagos, que chega s nossas casas, custa centsimos de centavos. Mas a cada vez que a compramos, esta-mos favorecendo megacorporaes que querem extrair lucro de um bem natural disponvel a todos.

    A CADA VEZ QUE COMPRAMOS UMA GARRAFINHA, QUE CUSTA POR VOLTA DE R$ 1,50, ESTAMOS CONTRIBUINDO PARA A PRIVATIZAO DO MAIOR TESOURO DA HUMANIDADE

    grandes reservas mundiais.Descontinuar o uso das guas

    compradas e usar garrafinhas pr-prias, enchidas na prpria casa, desfavorece a privatizao do nos-so verdadeiro ouro azul.

    A conscientizao sempre o maior instrumento de mudana em uma sociedade. Estamos em tempo de descontinuar paradoxos

    O conceito de que as guas mi-nerais oferecem mais sade no est bem esclarecido, mas o con-ceito oculto incorporado denuncia o interesse das empresas trans-continentais de comprar e vender

    que afligem nosso amado e rico pas e tambm estamos em tempo de criar conceitos de consumo que visam a proteger todos ns e as ge-raes vindouras.

    ARTIGO

  • 6 facebook.com/RevistaMundodosBichos

    Sade

    Eu acho quevi um gatinho

    Admirados sobretudo pela sua beleza, os gatos podem ser mais incomuns do que voc est acostumado a ver por a

    TextoLuisa Dentello DesignMarcelo Qun

    Qual a imagem que vem sua mente quando voc pensa em um gato? Cabea com formato triangular, orelhas pontudas, corpo rajado, pelo malhado ou inteiro de uma cor, cauda longa... no ? O que nem todo mundo sabe que existem raas bem dife-rentes desse padro ao redor do mundo. Alguns desses bichanos exticos voc conhece agora.

    BENGALO Gato-de-bengala, ou Bengal, uma raa cuja pelagem se assemelha muito dos grandes felinos caadores, como o leopardo, o guepardo, a ona pintada e at mesmo o tigre, j que ele descendente direto do gato-leopardo (um animal no domesticvel). um gato que vai de porte mdio a grande, chegando a pesar quase 10 kg. Animal de preo salgado, seu custo pode variar de R$ 1.200 at R$ 4.000.

    GATOS

    6 facebook.com/RevistaMundodosBichos

  • 7facebook.com/RevistaMundodosBichos

    O Bobtail japons no muito diferente do que se encontra por a, exceto por um detalhe: seu rabo! Quando adulto, sua cauda pode medir entre 8 e 10 centmetros, e assemelha-se cauda de um coelho. No Japo, acredita-se que essa raa traz sorte. Aquelas pequenas estatuetas de gatos com a pata levantada, comumente encontradas em estabelecimentos orientais, so figuras do Bobtail japons. Outra caracterstica a ocorrncia relativamente alta de heterocromia ocular (olhos de cores distintas). Seu preo pode variar muito de acordo com a cor e o tamanho do pelo, comprimento da cauda e cor dos olhos, e pode ser bem difcil encontrar um para comprar. Estima-se que um exemplar da raa deva custar entre R$ 1.200 e R$ 3.000.

    BOBTAIL JAPONS

    SPHYNX

    de se imaginar que o gato mais estranho de todos seja o Sphynx. uma raa muito famosa por ser pelada. Isso mesmo, o Sphynx no tem pelos! Suas principais caractersticas fsicas so a sua "nudez", orelhas grandes e pontudas e suas rugas ao longo do corpo. Apesar de ser uma raa que desperta o assombro de muitos amantes de gatos, um animal muito afetuoso e carente, que necessita sempre da presena do dono. Seu preo gira em torno de R$ 3.000.

    O Scottish Fold bastante peculiar. Sua principal caracterstica est nas orelhas, que so pequenas e dobradas para a frente. Sua pelagem pode ser curta ou longa e apresentar diferentes cores e padres. Alm disso, um gato que tem cabea e olhos redondos e focinho curto. De temperamento normalmente dcil e amvel, quieto e no muito agitado, trata-se de uma raa bastante desejada para ambientes fechados, embora seja um animal relativamente caro (cerca de R$ 2.000 o filhote), j que os exemplares adultos que tm a dobra na orelha no podem cruzar. Ele o resultado de cruzamentos entre o American Shorthair e o British Shorthair.

    SCOTTISH FOLD

  • 8 facebook.com/RevistaMundodosBichos

    Tambm conhecido como colibri, cuitelo, chupa-flor, pica-flor, chupa-mel, binga e guanambi, a

    quantidade de nomes do beija-flor s no maior do que sua beleza e agilidade

    TextoLuisa Dentello DesignMarcelo QunLetteringJorge Rufino

    AVES

    8 facebook.com/RevistaMundodosBichos

  • 9facebook.com/RevistaMundodosBichos

    O bejia-flor zumbidor a menor ave do planeta. A espcie tpica de Cuba, tambm conhecida como colibri-abelha, o nico pssaro