52 Julho 2017 - O Colaborador - afcc.com.br .I‡AMI TIBA Acesse e participe ... SGI de sua rea

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of 52 Julho 2017 - O Colaborador - afcc.com.br .I‡AMI TIBA Acesse e participe ... SGI de sua rea

  • N5

    2 J

    ulho

    201

    7

    MomentosEternizados Colaboradoras recebem fotolivro da Promoo de dia das Mes

  • omo uma associao devemos sempre buscar a C integrao e bem-estar de todos os associados, deixando o individualismo de lado e priorizando o coletivo. No sendo diferente na AFCC, essa a nossa misso.

    Como valores em uma sociedade devemos ter como pilar central a tica e transparncia. Aristteles, filsofo grego, dizia que toda ao deve corresponder a um bem ou finalidade qualquer, cujo fim maior ser o bem-estar. Com a tica, o comportamento humano segue em direo ao bem.

    A transparncia em nossas atitudes, norteiam as aes da Diretoria da AFCC, como por exemplo, quando estamos prestando contas em uma assem-bleia geral, interagindo e dando condies de estar sempre em contato com o associado. Vivemos essa prtica.

    Importante trazer esse tema para o editorial, pois o momento do Brasil atual em que se vive uma crise moral de falta de valores, devemos como indivduo e sociedade ter os valores como tica e transparncia direcionadores de nossas atitudes e comportamento.

    PAULO ALBERTO MACHINSKIDiretor Presidente

    02

    Toda ao deve

    corresponder a um bem ou finalidade qualquer,

    cujo fim maior ser o bem-estar.

    2.018

    889

    ColaboradoresCastrolanda

    JULHO 2017

    2.907TOTAL EFETIVOS

    ENQUETE

    PARA pensar

    Quais canais de comunicao voc mais recebe as notcias internas da Castrolanda

    pg. 06

    Promoo do dia das MesColaboradoras recebem fotolivro.

    pg. 04

    Famlia Martinse a Castrolanda

    pg. 09

    Biblioteca SGI Exemplares podem ser

    reservados online

    IAMI TIBA

    Acesse e participe www.afcc.com.br

    Facebook AFCC

    Facebook Coop. Castrolanda

    Facebook Somos Castrolanda

    Site da AFCC

    Intranet

    E-mail

    O Colaborador

    Nenhum projeto vivel se no

    comea a construir-se desde j:

    o futuro ser o que comeamos a

    fazer dele no presente.

    8%

    8%

    35%

    9%

    4%

    30%

    3%

    EDITORIAL

    Misso AFCC

  • 03

    Programa Kaizen passou recentemente por uma Oreformulao com intuito de promover ainda mais as boas ideias na Castrolanda. Agora os colaboradores que elaborarem projetos podem, alm de submet-los a avaliao, defender suas ideias junto ao Comit Kaizen, formado por alguns gerentes e coordenadores. Esse comit avalia a viabilidade econmica, grau de inovao e aplicabili-dade do projeto, e o pontua com base nestes critrios, que esto melhor descritos no Manual do Kaizen. Os projetos so reconhecidos e de acordo com a pontuao alcanada, fruto da avaliao dos membros do comit, o colaborador pode receber brindes da grife Castrolanda, contrapartida financeira, viagens tcnicas, entre outros.

    Em junho o comit se reuniu pela primeira vez para apresen-tao dos trabalhos e recebeu os seguintes colaboradores: Adolfo Cristiano Ribeiro de Oliveira e Gilson de Paula Machado, cujas ideias j estavam inclusive em prtica. O Kaizen apresentado pelo colaborador Adolfo, da rea de Recebimento de Sunos da UIC, contempla a instalao de um chocalho elaborado com materiais reciclveis, j disponveis na unidade. O instrumento serve para conduo do suno no setor, proporcionando melhor condio de trabalho, garantindo o bem estar animal e a economia financeira.

    J o Kaizen apresentado pelo colaborador Gilson, que foi elaborado com seu colega de trabalho Diogo Teixeira Bueno, da rea de expedio da UIC, consiste em melhorias a fim de garantir maior segurana dos colaboradores e maior preciso na contagem de inventrios nas cmeras de congelamento e de resfriamento da unidade. Aps avaliao do comit, os trs colaboradores foram reconhecidos e receberam a carta em mos, de seus respectivos gestores, com o resultado da avaliao de seus Kaizens.

    A Analista de Sistema de Gesto Integrado, Reciane Coreia Tonon Alves, relata que o setor de SGI busca auxiliar na colaborao de ideias nos processos, acompanhando os trabalhos, auxiliando para que a metodologia seja seguida, e todos os passos sejam aplicados, bem como identificar a melhor forma que os resultados podem ser mensurados. Reciane, que acompanhou a avaliao do Comit e tambm a entrega da carta, conta que os colaboradores ficaram muito felizes com o resultado. Eles ficam um pouco ansiosos com a apresentao para o comit, pois trata-se de um grupo bastante crtico e exigente, mas a apresentao o momento de expor e defender a ideia, pois estes colabora-dores so realmente os conhecedores dos seus processos, revela a analista.

    Programa KaizenO Programa Kaizen Castrolanda visa sensibilizar, motivar e estimular os colaboradores da Castrolanda a proporem ideias que sejam tcnica e financeiramente viveis, desenvolvendo uma cultura organizacional mais proativa e voltada melhoria contnua. O Programa convida as pessoas a pensarem de maneira cada vez mais simples e inovadora, incentiva os colaboradores a colocarem em prtica suas ideias, para que pequenas melhorias tragam grandes resultados. Conhea o manual do Kaizen e verifique com o SGI de sua rea os princpios necessrios para execuo de um projeto. Participe voc tambm!

    DESTAQUE

    Colaboradores Castrolanda tiveram seus trabalhos reconhecidos

    Comit Kaizenavalia projetos

  • 04

    uando o av de July comeou a trabalhar na QCastrolanda ela nem havia nascido. Era 1992 e seu Joo Maria Alves Martins ingressou na empresa no setor de recepo e secagem de cereais. Primeiro da famlia a trabalhar na cooperativa, Joo foi seguido pelo filho Sidnei Martins, que exerceu a funo de eletricista do setor de manuteno, e agora pelas netas, July Carolina, analista financeira, e Natlia Stefany, aprendiz na UBL- Castro.

    July conta que o av sempre gostou muito de trabalhar na cooperativa, e aps o desligamento, trabalhou como temporrio nas safras de 2001, 2013 e 2014, nas duas ltimas j com idade avanada. O fato do av e pai terem atuado na Castrolanda impulsionaram o interesse de July em ser uma colaboradora. Meu pai adorava trabalhar aqui, s saiu devido outra oportu-nidade, conta.

    A analista relata que entrou na cooperativa como aprendiz, passou para o cadastro e recepo, depois foi para o caixa, e est h quase trs anos na funo atual. Na tesouraria ela desempenha atividades de relaciona-

    mento com os bancos, controle da movimentao bancria e ajuda no controle de caixa das filiais e da matriz. Formada em Cincias Contbeis, July acredita que o seu crescimento dentro da cooperativa influenci-ou a irm a entrar para o Programa Jovem Aprendiz. Ela acompanhou meu desenvolvimento e as oportunidades que oferecem, como o incentivo a busca por especializaes, os benefcios e as bonificaes por tempo de trabalho e isso a fez ter vontade de trabalhar aqui tambm, expe.

    A colaboradora menciona que no comeo deste ano foi indicada pelo setor de Gesto de Pessoas para ser entrevistada para o livro boas prticas do prmio Melhores Empresas para Trabalhar. July relembra que ao contar isso para o pai ele se emocionou. Ele ficou feliz com o reconhecimento da empresa e a lem-brana de que a nossa famlia tambm faz parte dessa histria, cita a analista que, aos 11 anos, era uma das crianas na festa promovida para os filhos dos colaboradores e nos ltimos anos tem contribudo na organizao deste evento.

    Famlia Martins e a CastrolandaTrs geraes colaborando com a Cooperativa

    A pgina do Facebook Somos Castrolanda traz as principais notcias e atividades que acontecem nas unidades dos diferentes setores. Alm disso, o site da AFCC agora possui duas editorias que facilitaro a diviso de temticas. Na editoria Na Castrolanda, o colaborador poder ler as notcias relacionadas a atividades dos colaboradores dentro da cooperativa e na coluna AFCC, os textos sero voltados as aes da associao.

    Possui alguma sugesto de postagem e matria? Envie sua ideia para comunicacao@castrolanda.coop.br

    Est no ar o novo meio de comunicao dos colaboradores. Acesse facebook.com/somoscastrolanda

    EVENTOS

  • Voc, colaborador Castrolanda e seus dependentes, podem receber orientaes de forma gratuita dentro das reas citadas acima. Desde maio desse ano a Cooperativa conta com o Programa de Orientao e Apoio aos Colaboradores, oferecido pela conveniada Alelo Alimentao, por meio da empresa terceirizada Auster.

    O Analista de Gesto de Pessoas, Kenny Rogers Bilinski, conta que ficou sabendo da existncia do programa e solicitou a Alelo que disponibil izasse aos colaboradores da Castrolanda. Bilinski explica que o auxlio se d atravs de ligao telefnica e atende questes mais pontuais. No caso dos proble-mas psicolgicos, o analista cita que o atendimento contempla aquele momento de desespero com traumas, estresse, insnia e depresso, havendo possibilidade do profissi-onal da Auster indicar que o colaborador busque ajuda profissional para tratamento.

    Com relao a questes financeiras e jurdicas, Bilinski esclarece que os profissionais da Auster auxiliam na reorganizao do ora-mento, conduzem o planejamento do

    oramento pessoal e familiar, e facilitam o entendimento das leis e a formalizao de contratos.

    Iniciamos a divulgao do programa via e-mail e alguns colaboradores j procuraram o programa, menciona Bilinski, com base em nmeros enviados pela terceirizada sobre os atendimentos mensais. Quanto a esses dados, o analista ressalta que a empresa envia apenas a rea em que foram solicitadas as orienta-es, sendo preservados em sigilo o nome do colaborador e os problemas relatados.

    05

    Recadastramento Biomtrico

    Que o prazo pararecadastramento

    biomtrico vai at24 de novembro

    Voc sabia ?

    GERAL

    Colaborador de Castro e Carambe, j fez seu recadastramento biomtrico?! O prazo vai at 24 de novembro, e o atendimento est sendo feito de segunda a sexta-feira, das 9 s 18 horas