of 53 /53
1 1. ACESSO AO SISTEMA – SCDP. ....................................................................................................... 2 2. PERFIL SOLICITANTE...................................................................................................................... 3 2.1 ENVIO DE SOLICITAÇÃO. ....................................................................................................... 4 2.2 REQUISIÇÃO. ............................................................................................................................ 5 2.2.1 SERVIDOR DO ÓRGÃO E SERVIDOR DE OUTRO ÓRGÃO. ......................................... 6 2.3 SOLICITAÇÃO COLETIVA..................................................................................................... 12 2.4 PASSAGEM. ............................................................................................................................. 13 2.4.1 INFORMANDO COTAÇÃO DE PASSAGEM (AGÊNCIA DE TURISMO)..................... 14 2.4.2 SELECIONANDO A PREFERÊNCIA DE PASSAGEM. .................................................. 18 2.5 INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES.................................................................................. 21 2.5.1 INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES (INDIVIDUAL E COLETIVA). ....................... 22 2.6 DIÁRIAS. .................................................................................................................................. 23 2.7 INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES.................................................................................. 26 2.8 DOCUMENTO ELETRÔNICO. ................................................................................................ 27 2.9 ALTERAR. ................................................................................................................................ 28 2.9.1 CORREÇÃO DA SOLICITAÇÃO. .................................................................................... 29 2.9.1.1 - CORRIGINDO DADOS DA SOLCITIAÇÃO......................................................................... 30 2.10 COMPLEMENTAÇÃO DA SOLCITAÇÃO.............................................................................. 39 2.11 CANCELAR SOLICITAÇAO. .................................................................................................. 39 2.12 CONSULTA. ............................................................................................................................. 41 3 PERFIL AUDITORIA. ...................................................................................................................... 42 3.1 AUDITORIA (CANCELAR SOLICITAÇÃO)........................................................................... 43 4 PERFIL ORÇAMENTO. ................................................................................................................... 44 4.1 CANCELAR EMPENHO NO SCDP. ........................................................................................ 45 5 PERFIL ORDENADOR DE DESPESAS........................................................................................... 46 6 PRESTAÇÃO DE CONTAS ELETRÔNICA .................................................................................... 47 6.1 AGUARDANDO DOCUMENTO.............................................................................................. 49

1. ACESSO AO SISTEMA – SCDP. 2 2. PERFIL SOLICITANTEservicos.sead.am.gov.br/scdp/pdf/manual_do_scdp.pdf · TRECHOS de viagem. ... (tratando-se de carro da instituição, barco sem

  • Author
    vanthu

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of 1. ACESSO AO SISTEMA – SCDP. 2 2. PERFIL...

1

1. ACESSO AO SISTEMA SCDP. ....................................................................................................... 2

2. PERFIL SOLICITANTE...................................................................................................................... 3

2.1 ENVIO DE SOLICITAO. ....................................................................................................... 4

2.2 REQUISIO. ............................................................................................................................ 5

2.2.1 SERVIDOR DO RGO E SERVIDOR DE OUTRO RGO. ......................................... 6

2.3 SOLICITAO COLETIVA. .................................................................................................... 12

2.4 PASSAGEM. ............................................................................................................................. 13

2.4.1 INFORMANDO COTAO DE PASSAGEM (AGNCIA DE TURISMO)..................... 14

2.4.2 SELECIONANDO A PREFERNCIA DE PASSAGEM. .................................................. 18

2.5 INFORMAES COMPLEMENTARES.................................................................................. 21

2.5.1 INFORMAES COMPLEMENTARES (INDIVIDUAL E COLETIVA). ....................... 22

2.6 DIRIAS. .................................................................................................................................. 23

2.7 INFORMAES COMPLEMENTARES.................................................................................. 26

2.8 DOCUMENTO ELETRNICO. ................................................................................................ 27

2.9 ALTERAR. ................................................................................................................................ 28

2.9.1 CORREO DA SOLICITAO. .................................................................................... 29

2.9.1.1 - CORRIGINDO DADOS DA SOLCITIAO. ........................................................................ 30

2.10 COMPLEMENTAO DA SOLCITAO.............................................................................. 39

2.11 CANCELAR SOLICITAAO. .................................................................................................. 39

2.12 CONSULTA. ............................................................................................................................. 41

3 PERFIL AUDITORIA. ...................................................................................................................... 42

3.1 AUDITORIA (CANCELAR SOLICITAO)........................................................................... 43

4 PERFIL ORAMENTO. ................................................................................................................... 44

4.1 CANCELAR EMPENHO NO SCDP. ........................................................................................ 45

5 PERFIL ORDENADOR DE DESPESAS........................................................................................... 46

6 PRESTAO DE CONTAS ELETRNICA .................................................................................... 47

6.1 AGUARDANDO DOCUMENTO.............................................................................................. 49

2

1. ACESSO AO SISTEMA SCDP. Para acessar o Sistema de Dirias e Passagens, o usurio, devidamente cadastrado pelos administradores do

SCDP, devem acessar o endereo eletrnico, www.scdp.am.gov.br ou atravs do site da SEAD,

www.sead.am.gov.br , localizando o link do Sistema de Dirias e Passagens.

Para o acesso ao sistema, o usurio dever efetuar o login informando seu CPF e a senha padro de 1

acesso 1 2 3 4 5 6 (senha). Caso haja necessidade de alterao da senha de acesso, esta poder ser efetuada

nos campos NOVA SENHA e selecionando o campo ALTERAR SENHA para confirmao da alterao.

O usurio para obter perfil de acesso deve ser servidor ATIVO no Estado. A requisio de perfil feita

atravs do envio das informaes principais: NOME, CPF, EXPRESSO e PERFIL DE ACESSO para:

[email protected]

CPF do usurio

SENHA 1acesso: 1 2 3 4 5 6 Clicando no boto ENTRAR

NOVA SENHA e seleo de ALTERAR SENHA

3

2. PERFIL SOLICITANTE.

Aps o acesso ao SCDP, a tela inicial identifica alguns pontos: RGO, NOME e PERFIL do usurio,

MENU INICIAL (AZUL) e SAIR (VERMELHO) .

- SOLICITAO Exibe as ferramentas necessrias para criao, envio, correo e acompanhamento de

uma solicitao (principal perfil do SOLICITANTE)

- AUDITORIA Menu utilizado pela SEAD cabendo apenas o acompanhamento, por parte do rgo, das

solicitaes enviadas a auditoria da SEAD.

- PRESTAO DE CONTAS ELETRNICA Ferramenta utilizada para o envio das prestaes de

contas eletrnicas, permitindo anexar todos os documentos pertinentes ao processo de deslocamento.

- TABELAS Cadastrar um NO-SERVIDOR para armazenagem de seus dados no SCDP.

O menu principal com as seguintes funcionalidades: - Solicitao - Auditoria - Prestao de Contas Eletrnica - Tabelas - Relatrios

Mdulo de mensagens Objetivo: - Comunicao direta e rpida com os rgos

4

- RELATRIOS Permite que o SCDP gere os relatrios de gesto, mais relevantes sobre as informaes

por ele armazenadas.

2.1 ENVIO DE SOLICITAO. O item SOLICITAO contm todas as ferramentas para confeco, envio e correo de uma solicitao.

Definio de cada subitem:

REQUISIO Contm trs subitens, permitindo o SOLICITANTE definir qual tipo de INTERESSADO

ir incluir: SERVIDOR DO MESMO RGO, SERVIDOR DE OUTRO RGO ou TERCEIRO.

COTAO PASSAGEM Permite o perfil da AGNCIA visualizar as solicitaes, com seus trechos,

para que seja cotado o valor do deslocamento que ter nus ao rgo.

PREFERNCIA PASSAGEM PREFERNCIA que permite ao SOLICITANTE selecionar o melhor

valor do trecho cotado pela AGNCIA DE TURISMO.

DIRIAS OBSERVAES Tem a mesma finalidade do sopitem INFORMAES

COMPLEMENTARES, dirigida apenas ao perfil de REQUERENTE. Os passos adotados so os mesmo do

item 2.5.

INFORMAES COMPLEMENTARES Dividido em dois subitens, INDIVIDUAL que permite ao

SOLICITANTE trabalhar individualmente com uma solicitao, acrescentando as dirias, informaes

Os subitens da SOLICITAO: - Requisio - Cotao Passagem. - Preferncia Passagem. - Informaes Complementares - Alterar - Complementao - Cancelar Solicitao - Consulta

5

complementares e documentos eletrnicos; e COLETIVA que permite ao SOLICITANTE atribuir dirias,

informaes complementares e documentos eletrnicos.

Obs. Quando a solicitao esta sendo enviada pela primeira vez a SEAD, esta apenas poder ser enviada

no campo INFORMAES COMPLEMENTARES.

ALTERAR Este campo contm dois subitens, INDIVIDUAL E COLETIVO. Possui duas funes:

Primeira: Permite alterar alguma informao executada incorretamente durante a criao da solicitao

Segunda: A correo de solicitaes NO VALIDADAS pela auditoria da SEAD. Tais solicitaes esto

identificadas pela cor VERMELHA.

COMPLEMENTAO Permite que seja feita a complementao de dirias e a devida correo do valor

da passagem, quando esta tiver nus, aos servidores que ainda estiverem em deslocamento aps a

VALIDAO da SEAD.

CANCELAR SOLICITAO Permite que seja EXECUTADO o cancelamento da solicitao, desde

que esta ainda no tenha sido enviada AUDITORIA SEAD.

CONSULTA Dividido em nove subitens, todos para consulta das solicitaes trabalhadas no SCDP por

STATUS.

2.2 REQUISIO.

6

Para o cadastramento dos dados iniciais do INTERESSADO necessrio que passe o cursor do mouse em

cima dos itens SOLICITAO > REQUISIO, e que seja identificado o tipo de INTERESSADO.

- SERVIDOR DO RGO Possui matrcula ATIVA no rgo do solicitante.

- SERVIDOR OUTROS RGOS Possui matrcula ATIVA em outro rgo, sendo este diferente do

solicitante.

- TERCEIROS Inclui todos os INTERESSADOS que no possuem vnculo de servidor pblico com o

Governo do Estado do Amazonas, sem matrcula no CFPP.

Obs. Este item inclui o COLABORADOR EVENTUAL, nico tipo de NO-SERVIDOR que possui o

direito do recebimento de dirias baseado no seu grau de formao.

Os passos a seguir, para o envio da solicitao, servem tanto para SERVIDORES DO MESMO RGO

quanto para SERVIDORES DE OUTROS RGOS, individual ou coletiva.

2.2.1 SERVIDOR DO RGO E SERVIDOR DE OUTRO RGO.

1 PASSO Informar o CPF do servidor, do RGO ou de OUTRO RGO, clicar no boto

PESQUISAR. O sistema migrar as informaes FUNCIONAIS no interessado do CFPP. Verificar se os

dados cadastrais foram migrados corretamente.

Obs. Caso sistema acuse que o servidor no pertence ao RGO de origem verificar se o mesmo possui

lotao em OUTRO RGO. Se o mesmo pertencer ao RGO do solicitante ou ocorrer qualquer outro

tipo de situao, favor contatar a SEAD para resoluo de possveis problemas.

1 Informe o CPF do Interessado e clique em PESQUISAR

7

Obs. Todas as informaes de erro no SCDP encontram-se na cor VERMELHA.

Obs. O campo FUNO tem a finalidade de atualizar o CARGO com a funo exercida pelo interessado.

2 PASSO Aps a verificao positiva, dos dados cadastrais, informe o SETOR SOLICITANTE e clique

em CADASTRAR.

O sistema mostrar a seguinte tela:

Obs. Todas as informaes de SUCESSO no SCDP so de cor VERDE.

Obs. No informando o setor solicitante e clicando em INCLUIR INTERESSADO, o SCDP acusar erro

no campo SETOR SOLICITANTE.

2 Informe o setor SOLICITANTE

O Campo FUNO tem a finalidade de atualizar o CARGO que o servidor exerce no rgo

CADASTRAR

Confirmao da INCLUSO com SUCESSO

N da solicitao

Tabela com informaes do cadastrado

8

Nota-se que o SCDP gera, no momento da incluso do interessado, o nmero que servir como identificao

da solicitao dentro do sistema.

Aps o passo 1 e 2, deve-se clicar no boto CONTINUAR para passar ao passo seguinte, definio dos

TRECHOS de viagem.

3 PASSO Primeiramente o solicitante dever definir se o deslocamento ser de vrios trechos, IDA e

VOLTA, ou apenas com um nico trecho definido no SCDP como S IDA.

Obs. No SCDP os trechos so definidos separadamente.

Obs. Caso seja informada S IDA, o solicitante precisa apenas cadastrar um NICO trecho de viagem.

4 PASSO Informar a cidade de ORIGEM do deslocamento, em sua maioria a origem ser o local de

lotao do INTERESSADO.

O solicitante deve digitar a cidade de ORIGEM e esperar que o sistema identifique a cidade, clicando ento

no nome correspondente para que o sistema registre a informao, caso contrrio o SCDP acusar erro.

O mesmo deve ser feito para o destino, como mostra a figura.

3 Definio do tipo de trecho.

9

5 PASSO Informar o tipo de transporte. Neste exemplo, vamos colocar AVIO como meio de transporte

para que exemplifiquemos os dois casos de deslocamento: o deslocamento com NUS e SEM NUS.

6 PASSO O local de EMBARQUE e DESEMBARQUE uma informao a mais dentro do SCDP, mas

um campo no obrigatrio. Caso o solicitante no saiba o local de embarque e/ou desembarque o sistema

no acusar qualquer tipo de erro.

7 PASSO DATA DE EMBARQUE e DESEMBARQUE com a respectiva hora.

Obs. A data e hora so informadas por TRECHO.

8 Aps a definio dos campos anteriores, hora de informar se o deslocamento ter nus ou no para o

errio.

Deixando o campo abaixo DESMARCADO o sistema entender que o deslocamento ter nus para o errio,

passando a cotao dos trechos para agncia de turismo do solicitante.

Obs. Independente do meio de transporte, se o campo no for marcado, a cotao do trecho ir ser

enviada para agncia de turismo.

MARCANDO o campo, o SCDP entender que o trecho informado no trar nus para o rgo, enviando a

solicitao automaticamente para o subitem INFORMAES COMPLEMENTARES, que iremos tratar no

decorrer do trmite.

Obs. Aps marcar o item, o sistema pedir a INSTITUIO PAGADORA DA PASSAGEM, podendo

ser o prprio rgo do solicitante (tratando-se de carro da instituio, barco sem nus ou aeronave do

governo), outro rgo (passagem custeada por outro rgo independente o meio de transporte) ou qualquer

outra instituio no vinculada ao Governo do Estado do Amazonas (ONGS, empresas privadas, etc...).

Vamos trabalhar com uma solicitao que ter nus com passagem. O campo ser deixado DESMARCADO.

7 data e hora de embarque e desembarque

H nus com o deslocamento. Cotao para agncia

Sem nus para o Governo do Estado do Amazonas

10

Aps informar o primeiro trecho, a tela abaixo ser mostrada da seguinte forma:

Observa-se que o primeiro trecho cadastrado definido como ORIGEM, entende-se a IDA do(s)

interessado(s)

Havendo a necessidade de correo ou cancelamento do trecho cadastrado, o solicitante deve executar a

ao EXCLUIR. O SCDP retornar ao ponto inicial para que seja cadastrado o 1 trecho.

9 PASSO Cadastramento do prximo trecho.

Observa-se que o local de destino do primeiro trecho o local de origem do prximo trecho.

O solicitante deve informar o destino do interessado respeitando do 4 ao 8 passo.

Informao do SUCESSO, em VERDE

Informaes do 1 trecho cadastrado

Excluso do trecho informado.

11

Obs. O solicitante dever ficar atendo para o conflito de datas e horrios de cada trecho. O SCDP

acusar erro caso ocorra.

Obs. Ateno para o campo de RETORNO. Os deslocamentos em sua maioria possuem apenas dois

trechos o de IDA, j informado anteriormente, e o de RETORNO ou volta. O sistema entende que o

prximo trecho, h ser cadastrado, trata-se do RETORNO por isso o campo aparece MARCADO.

Obs. Deixando o campo de RETORNO marcado o solicitante deve observar que o local de destino

deve ser igual ao de origem do primeiro trecho.

Havendo a necessidade de cadastrar outros trechos, dependendo ser o interessado ir para diversos lugares

antes de retornar a sua origem, o solicitante dever desmarcar o campo RETORNO e cadastrar os trechos

respeitando do 4 ao 9 passo. O sistema ira listar os trechos com suas respectivas informaes ,conforme

aparece na figura do 8 passo.

Iremos trabalhar com apenas dois trechos, pois independente de quais forem os trechos, o deslocamento ter

um retorno.

Aps o cadastramento do retorno, com o campo RETORNO DEVER SER MARCADO, a tela abaixo

mostrada contendo as informaes iniciais para a cotao da AGNCIA (no caso de deslocamento com

nus para o errio).

Neste momento enviado um e-mail para agncia de turismo do solicitante para que a mesma faa a cotao

dos valores de cada trecho, com as informaes principais sobre o deslocamento.

Retorno do Interessado ao LOCAL DE ORIGEM.

12

Cabe ao solicitante, aps a cotao do valor pela agncia de turismo, escolher a preferncia do valor de

passagem para cada trecho informado, no menu SOLICITAO > PASSAGEM > PREFERNCIA.

Obs. A negociao entre RGO e AGNCIA DE TURISMO poder ser feita a qualquer momento,

seja com URGNCIA de COMPRA ou antecipao da mesma, ficando a SEAD isenta de qualquer

nus.

2.3 SOLICITAO COLETIVA.

Havendo a necessidade de incluso de mais servidores na mesma solicitao, o procedimento aps a

incluso do primeiro interessado apagar o CPF deste e informar o prximo CPF respeitando os passos 1 e

2 do item 2.1.2. e dando prosseguimento a solicitao.

Obs. o procedimento de incluso de mais de um INTERESSADO poder ser executado para os trs tipos

de REQUISIO: SERVIDOR DO RGO, SERVIDOR OUTROS RGOS e TERCEIROS.

Nota-se que o campo SETOR SOLICITANTE fica salvo, portanto a sua incluso apenas para o primeiro interessado.

1 Prximo CPF do Interessado, PESQUISAR.

Conferncia dos dados FUNCIONAIS.

CADASTRAA

Cadastro com SUCESSO, envio das informaes para AGENCIA DE TURISMO

13

Obs. Caracteriza-se uma SOLICITAO COLETIVA, aquela na qual seus INTERESSADOS iro

para os mesmos TRECHOS de deslocamento, tero o mesmo valor de DIRIAS e com o mesmo

perodo.

O sistema no momento da incluso do segundo servidor define um nmero da solicitao.

O SCDP vai definir um numero de solicitao COLETIVA as duas solicitaes estiverem no campo

INFORMACOES COMPLEMENTARES, que ir ser mostrado no decorrer do processo.

2.4 PASSAGEM.

O subitem PASSAGEM acessado pelo perfil de AGNCIA DE TURISMO e o perfil de SOLICITANTE.

Servidores INCLUSOS

14

COTAO Permite que agncia de turismo visualize e acesse as solicitaes disponveis para o

preenchimento dos valores referente a cada trecho (o acesso poder ser de forma individual ou coletiva).

PREFERNCIA Permite que o solicitante verifique se a solicitao, com seus trechos, j possuem

cotao para a escolha do melhor valor de passagem (o acesso poder ser de forma individual ou coletiva).

2.4.1 INFORMANDO COTAO DE PASSAGEM (AGNCIA DE TURISMO).

Quando o solicitante definir os trechos de viagem, que tero nus para o Governo do Estado Amazonas,

enviado um e-mail para a AGNCIA DE TURISMO do rgo solicitante.

Obs. Caso o e-mail no seja encaminhado, favor comunicar a SEAD.

Aps acessar SOLICITAO > COTAO PASSAGEM, o representante da agncia de turismo, que

iremos definir apenas como AGNCIA, ira visualizar a seguinte tela.

Inicialmente, a AGNCIA, ter acesso uma tabela com todas as solicitaes, e seus respectivos trechos, dos

rgos dos quais possui contrato de fornecimento de passagem.

Campo para Pesquisa

Acesso a solicitao desejada

Clicando nos nmeros, o SCDP lista uma quantidade maior de solicitaes.

15

Obs. Vale lembrar que quando falamos de PASSAGEM, esta pode ser fluvial, terrestre ou area,

dependendo do contrato.

O campo de pesquisa no topo da tela permite uma busca rpida e precisa da solicitao que aguarda a

cotao.

Nota-se que a cotao feita por SOLICITAO e por TRECHO. Portanto, independente do nmero de

solicitaes e os trechos que esta contem, sua cotao deve ser acessada individualmente.

Localizada a solicitao AGNCIA vai acess-la clicando no cone, de AES, localizado ao lado

direito da tela.

O sistema mostra uma tela contendo as informaes, detalhadas, sobre o trecho a ser cotado e com os dados

do INTERESSADO.

Valor por trecho

Seleo da quantidade de COTAES

Boto para retorno ao MENU PRINCIPAL

16

1 PASSO - Cabe AGNCIA primeiramente definir quantas cotaes ira fornecer ao rgo, do TRECHO

acessado, para que o mesmo faa a escolha. Havendo apenas uma cotao desmarcar as cotaes 2 e 3 , se

duas cotao desmarcar a cotao 3 e, se possuindo os 3 valores de passagem deixar todas as cotaes

marcadas.

Obs. AGNCIA deve informar apenas um valor por COMPANHIA DE VIAGEM, para cada trecho:

- COMPANHIA DE VIAGEM Selecionar a companhia que ir efetuar o primeiro trecho (IDA).

Obs. Nos casos de deslocamento areo informar a COMPANHIA AREA. Tratando-se de

deslocamento terrestres ou fluvias apenas informar o meio de transporte (barco, lancha, trem, nibus,

etc...)

- VALOR DA PASSAGEM O valor a ser informado deve ser POR TRECHO, sem a taxa de embarque.

- VALOR DO CRDITO Se o rgo requisitante da passagem possuir perante AGNCIA um valor de

crdito, de viagem no efetuada anteriormente, e desejar utilizar seu valor a AGNCIA dever informar o

valor do crdito a ser abatido com referncia tabela abaixo.

Obs. Caso no haja valor de credito a AGNCIA deve informar o numero 0 (zero) para que o

sistema entenda que o campo no possui valor e no que foi esquecido seu preenchimento.

- TAXA DE EMBARQUE Informar a taxa de embarque por trecho a ser cotado. Caso seja informado pela

COMPANHIA a tarifa total, dividir pelo nmero de trechos ou informar apenas em um dos trechos.

- LOCALIZADOR No obrigatrio, pois algumas companhias areas no fornecem o mesmo sem antes

a garantia de compra da passagem.

- HORA DE PARTIDA E CHEGADA: A AGNCIA encontrar este campo preenchido. Trata-se da hora

preferncia do deslocamento do INTERESSADO, a AGNCIA tem a liberdade de efetivar a troca do

campo de acordo com a disponibilidade de horrio da COMPANHIA DE VIAGEM selecionada.

17

Aps o cadastramento dos campos acima, a AGNCIA deve clicar no boto CADASTRAR para efetivar o

registro.O sistema pedi a confirmao, bastando clicar em OK para continuar.

Obs. Ao trabalhar com valores dentro do SCDP, deve-se ter cuidado ao inserir os mesmo. O sistema

diferencia VIRGULA de PONTOS EX: 500,34 (quinhentos e trinta e quatro centavos) 500.34

(quinhentos mil trezentos e quarenta)

Iremos cadastras apenas duas companhias de viagem, para cada trecho a fim de exemplo do comparativo

entre dois valores.

No vamos exemplificar a utilizao de CRDITO com passagem, portanto no aparecer valor de crdito,

e deixaremos a mesma hora de embarque e desembarque.

2 PASSO - Confirmado o cadastro das cotaes, o SCDP pede que a AGNCIA justifique o motivo de no

estar fornecendo as 3 cotaes.

Este campo pode ser utilizado, tambm, para justificar o valor da taxa de embarque anteriormente

mencionada.

Aps a confirmao clicar OK para continuar ou cancelar para alterar alguma informaao

Justificativa

Dados do primeiro trecho.

18

3 PASSO - A cotao devidamente justificada, basta clicar em CADASTRAR.

O sistema ir mostrar as cotaes cadastradas e do lado direito, abaixo de aes, o boto (editar) que

permite a correo de dos valores informados.

Abaixo da tabela, com os valores do primeiro trecho, o SCDP disponibiliza para AGNCIA a segunda

cotao do segundo trecho. O passo a seguir dever respeitar os critrios do 1 e 2 passo.

Todos os trechos cadastrados corretamente, o SCDP enviar um e-mail para o SOLICITANTE do rgo

informando que a cotao j est disponvel para a escolha da preferncia do melhor valor. Cabe agora ao

SOLICITANTE selecionar o valor, permitindo que o SCDP retorne o e-mail para AGNCIA efetivar a

compra da passagem.

Obs. A negociao entre RGO e AGNCIA DE TURISMO poder ser feita a qualquer momento

seja com URGNCIA de COMPRA ou antecipao da mesma, ficando a SEAD isenta de qualquer

nus.

Obs. Os procedimentos utilizados para cotar passagem servem para todos os tipos de

INTERESSADO, sejam servidores ou no do GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS.

2.4.2 SELECIONANDO A PREFERNCIA DE PASSAGEM.

O subitem acessado pelo perfil de SOLICITANTE para que o rgo observe e selecione o melhor valor de

passagem, referente aos trechos de deslocamento requisitados agncia de turismo.

O acesso feito pelo seguinte comando: SOLICITAO > PREFERNCIA PASSAGEM.

A tela seguinte mostrada.

19

Quando o perfil de AGNCIA definir os valores de passagem, ser enviado um e-mail para o solicitante

confirmando a disponibilidade dos valores para a escolha da preferncia.

Obs. Caso o e-mail no seja encaminhado, favor comunicar a SEAD.

Inicialmente, o SOLICITANTE, ver uma tabela com todas as solicitaes, e seus respectivos trechos,

cotados pela agncia contratada.

O campo de pesquisa no topo da tela permite uma busca rpida e precisa da solicitao que aguarda a

preferncia.

Nota-se que a preferncia feita por SOLICITAO e por TRECHO. Portanto, independente do nmero de

solicitaes e os trechos que esta contm, sua preferncia deve ser acessada individualmente.

Localizada a solicitao, o SOLICITANTE vai acess-la clicando no cone, de AES, localizado ao

lado direito da tela.

Aps selecionar, o trecho, a tela seguinte disponibilizada pelo SCDP.

Campo para Pesquisa

Acesso a solicitao desejada

Clicando nos nmeros, o SCDP lista uma quantidade maior de solicitaes.

20

Informaes principais do INTERESSADO.

E os dados informados pela agncia, referente ao trecho.

1 PASSO - O solicitante dever apenas selecionar o valor.

Obs. O SCDP sempre ir deixar marcado o MENOR valor de passagem, ficando a critrio do

solicitante, marcar outro valor.

Obs. Caso o selecionado seja o de MAIOR valor, o solicitante dever justificar

OBRIGATORIAMENTE no campo abaixo. Se o MENOR valor for o escolhido a justificativa

dispensada pelo SCDP.

Aps a seleo do valor, basta clicar no boto ESCOLHER PREFERNCIA.

Um e-mail ser enviado para AGNCIA contratada, informando que a compra da passagem pode ser

efetuada.

Obs. Caso a cotao seja rejeitada, aps a constatao de um valor inferior ao informado pela

agncia de turismo, o solicitante dever clicar no boto REJEITAR COTAO, justificando o

motivo. A cotao rejeitada retornar para agncia de turismo, juntamente com comunicado via

e-mail, para correo de tal valor.

Prxima escolha de preferncia

21

Obs. A negociao entre RGO e AGNCIA DE TURISMO poder ser feita a qualquer momento

seja com URGNCIA de COMPRA ou antecipao da mesma, ficando a SEAD isenta de qualquer

nus.

O sistema disponibiliza a preferncia do prximo trecho. O mesmo poder ser feito seguindo o 1 passo

deste item.

Obs. O procedimento utilizado para selecionar a preferncia de passagem serve para todos os tipos

de INTERESSADO, sejam servidores ou no do GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS.

2.5 INFORMAES COMPLEMENTARES.

O subitem INFORMAES COMPLEMENTARES, acessado por SOLICITAO > INFORMAES

COMPLEMENTARES.

Dividido em dois campos, INDIVIDUAL e COLETIVO, este campo visualizado pelo perfil de

SOLICITANTE e tem a finalidade de fornecer a solicitao as informaes restante, dirias, documento

autorizador e documento eletrnico, que ir finaliz-la e consecutivamente envi-la para validao da SEAD.

INDIVIDUAL Este campo permite trabalhar individualmente com as solicitaes que aguardam as

informaes restantes.

22

COLETIVA Permite trabalhar com mais de uma solicitao simultaneamente, respeitando o critrio de

ENVIO DE SOLICITAES COLETIVAS. Todas as informaes sero salvas para as solicitaes que

compem a coletiva.

Obs. Iremos demonstrar os passos para o envio de uma solicitao individual, pois os passos

so os mesmo quando tratamos de solicitaes coletivas.

2.5.1 INFORMAES COMPLEMENTARES (INDIVIDUAL E COLETIVA). Inicialmente, o SOLICITANTE, ver uma tabela com todas as solicitaes que aguardam a finalizao e o

envio para SEAD.

O campo de pesquisa no topo da tela permite uma busca rpida e precisa da solicitao que aguarda as

informaes.

Localizada a solicitao, o SOLICITANTE vai acess-la clicando no cone, de AES, localizado ao

lado direito da tela.

A tela abaixo visualizada:

Campo para Pesquisa

Acesso a solicitao desejada

Clicando nos nmeros, o SCDP lista a quantidade de solicitaes desejadas.

23

Informaes principais do INTERESSADO.

Os trechos do deslocamento da viagem, com suas informaes.

O solicitante dever definir e anexar as dirias a solicitaes, clicando no boto .

2.6 DIRIAS.

Aps clicar no boto referente as dirias a tela abaixo mostrada:

O sistema libera o fornecimento de dirias.

1 PASSO No TRECHO A dever ser informado o primeiro trecho, da viagem, para o pagamento das

dirias, no caso MANAUS RIO DE JANEIRO, com forme a tela:

Retornar a pagina principal

24

Obs. Vale lembrar que as dirias so definidas por trecho de deslocamento.

2 PASSO No TRECHO B dever ser informado o segundo trecho de pagamento das dirias.

Obs. Vale lembrar que as dirias so definidas por trecho de deslocamento.

3 PASSO Informar o TIPO DAS DIRIAS.

O valor unitrio das dirias, definida pelo CARGO ou FUNO que o INTERESSADO OCUPA.

Obs. Nos casos que o servidor possui uma FUNO diferente do seu CARGO prevalece o que

proporcionar o maior valor de dirias ao servidor.

Obs. Nos casos de NO-SERVIDORES COLABORADORES, o valor unitrios das dirias

definido pelo nvel de formao do mesmo, definidos como NVEL MDIO ou SUPERIOR.

Obs. Nos casos em que sero dadas apenas as passagens ao interessado, o campo de dirias poder

ficar sem preenchimento, ficando obrigatrio a justificativa apenas no campo OBJETIVO.

4 PASSO Informar a FINALIDADE DA VIAGEM.

5 PASSO O campo QUANTIDADE DE DIRIAS serve para que o solicitante verificar o valor de dirias

a ser pagas ao INTERESSADO.

25

Obs. No caso de pagamento de dirias a menos ao INTERESSADO, o solicitante deve alterar o

valor, respeitando a regra de pontuao numrica. ATENO: aps a modificao da quantidade de

dirias, o solicitante deve modificar o valor UNITRIO das dirias e depois retornar para o valor

correto, este procedimento FUNDAMENTAL para que o sistema faa a converso do valor total de

dirias recebidas.

Obs. Ao trabalhar com valores dentro do SCDP, deve-se ter cuidado ao inserir os mesmo. O

sistema diferencia VRGULA de PONTOS EX: 5,5 (cinco dirias e meia) 5.500 (cinco mil e

quinhentas dirias)

6 PASSO OBJETIVO: o Solicitante dever informar objetivo da VIAGEM. Este campo permite justificar

qualquer outra excepcionalidade do deslocamento.

7 PASSO JUSTIFICATIVA DO FINAL DE SEMANA. Caso no seja justificado o sistema acusar erro.

Obs. O SCDP identifica todos os finais de semana existentes no perodo de deslocamento.

Aps o preenchimento de todas as informaes, o solicitante deve clicar no boto CONTINUAR.

Aps o cadastramento o SCDP retorna para a tela principal da solicitao. a vez informar o campo

INFORMAES COMPLEMENTARES.

Campos preenchidos.

Informao positiva do cadastramento.

DIRIAS

26

2.7 INFORMAES COMPLEMENTARES.

Clicando no boto , o solicitante ter acesso a tela para informaes complementares.

1 PASSO Informar o valor da RESENHA.

Obs. Vale lembrar que o valor da resenha referente ao valor de publicao em D.O.

Obs. Caso a solicitao seja coletiva o valor a ser informado do custo INDIVIDUAL de cada

interessado.

2 PASSO Tipo do DOCUMENTO AUTORIZADOR.

3 PASSO NMERO DO DOCUMENTO AUTORIZADOR.

4 PASSO Preencher o campo Motivo do pedido ser posterior aos 5 dias teis, conforme Decreto

26.337:: Respeitando o respectivo Decreto.

Obs. Caso a viagem esteja dentro do prazo, no h necessidade de preenchimento do campo.

Aps o preenchimento dos campos clicar no boto ALTERAR. O sistema retornar a tela principal, hora

de informar o DOCUMENTO ELETRNICO.

ALTERAR.

EXCLUIR dirias.

27

2.8 DOCUMENTO ELETRNICO.

Este campo utilizado para que o solicitante, devidamente equipado com o SCANNER, faa o anexo dos

documentos principais do deslocamento: DOCUMENTO AUTORIZADOR; nos casos de deslocamento em

curso ou seminrio o PEDIDO DE DESLOCAMENTO; e nos casos de deslocamento dos representantes de

pastas, para fora do Estado, o documento de AUTORIZO CGE.

Clicando no boto , o solicitante poder fazer anexao dos documentos.

1 PASSO Informe o TIPO DO DOCUMENTO a ser anexado.

2 PASSO Faa uma breve DESCRIO do documento.

3 PASSO Informar o Link.

Obs. Este campo no obrigatrio na hora de anexar o documento eletrnico.

4 PASSO Informe a localizao do ARQUIVO a ser anexado.

1 Selecionar tipo doc.

2 Descrio.

3 Link No obrigatrio.

4 Abrir doc. Digitalizado. Obs. Verificar a configurao

28

Obs. O solicitante dever ter ajuda do departamento de informativa para instalar e configura o

SCANNER, bem a localizao dos arquivos digitalizados.

Obs. Os arquivos podero ser salvos no SCDP respeitando o TIPO e o FORMATO da capacidade

do sistema.

Arquivo localizado, o solicitante deve clicar no boto CADASTRAR.

Havendo a necessidade de cadastrar outros documentos eletrnicos, o solicitante deve repetir os 1, 2, 3 e

4 passo.

Cadastrado o documento eletrnico, o sistema retornar para a tela principal bastando o solicitante clicar no

boto ENVIAR PARA SEAD.

2.9 ALTERAR. Este campo se divide em dois subitens:

INDIVIDUAL Utilizado para alterar uma nica solicitao por vez.

COLETIVA Utilizado para alterar mais de uma solicitao, simultaneamente.

29

A ferramenta ALTERAR tem duas finalidades distintas.

CORREO - Corrigir alguma informao incorreta, efetivada ao longo dos itens 2.1, 2.2 e 2.3.

Obs. ATENO, aps corrigir a informao, o solicitante dever retornar para o ponto a onde

deveria continuar.

Obs. Aps a correo, o solicitante NO poder enviar uma solicitao, se estar for a primeira vez

que estar sendo ENVIADA A SEAD. Esta apenas poder ser enviada pela primeira vez no campo

INFORMAES COMPLEMENTARES, aps toda a correo e o prosseguimento dos trmites

corretos.

REENVIAR SOLICITAO Aps a verificao que h uma ou mais solicitaes, NO-VALIDADAS, o

solicitante poder fazer a correo e o reenvio para a auditoria SEAD.

Obs. O REENVIO de solicitao s poder ocorrer no campo ALTERAR.

2.9.1 CORREO DA SOLICITAO. Os passos a seguir servem para solicitaes INDIVIDUAIS e COLETIVAS.

Inicialmente, o SOLICITANTE ver uma tabela com todas as solicitaes que aguardam a finalizao e o

envio para SEAD.

O campo de pesquisa no topo da tela permite uma busca rpida e precisa da solicitao que aguarda as

informaes.

Localizada a solicitao, o SOLICITANTE vai acess-la clicando no cone, de AES, localizado ao

lado direito da tela.

A tela abaixo visualizada:

Campo para Pesquisa

Acesso a solicitao desejada

Clicando nos nmeros, o SCDP lista uma quantidade maior de solicitaes.

30

O primeiro CAMPO possvel de alterar os DADOS DA SOLICITAO, clicando no cone .

2.9.1.1 - CORRIGINDO DADOS DA SOLCITIAO.

Ao acessar os DADOS do INTERESSADO o solicitante seguir os seguintes passos:

1 SETOR SOLICITANTE.

2 ACOMPANHANTE Caso haja a necessidade de acrescentar um interessado a solicitao. Informar se o

mesmo possui documento. Havendo documentao informar os dados.

Obs. ATENO, aps corrigir a informao, o solicitante dever retornar para o ponto a onde

deveria continuar.

Obs. Aps a correo, o solicitante NO poder enviar uma solicitao, se estar for a primeira vez

que estar sendo ENVIADA A SEAD. Esta apenas poder ser enviada pela primeira vez no campo

INFORMAES COMPLEMENTARES, apos toda a correo e o prosseguimento dos tramites

corretos.

2.9.1.2 - CORRIGINDO AS INFORMAES DO TRECHO SEM COTAO.

Havendo a necessidade de corrigir os trechos, o solicitante dever acessar atravs do cone .

A tela seguinte ser apresentada.

Informaes da SOLICITAO

Dados do ACOMPANHANTE

TRECHOS

DIRIAS

31

A correo a seguir indicada para correo de um trecho SEM COTAO DE PASSAGEM.

Nesta tela o solicitante poder corrigir MEIO DE TRANSPORTE, LOCAL DE EMBARQUE E

DESEMBARQUE, DATA DE EMBARQUE E DESEMBARQUE e informar se a passagem ter ONUS ou

NO para o rgo. Aconselha-se que siga as informaes do tpico 2.2.1.

2.2.1.

5 PASSO - Informar o tipo de transporte. Neste exemplo, vamos colocar AVIO como meio de transporte

para que exemplifiquemos os dois casos de deslocamento: o deslocamento com NUS e SEM NUS.

6 PASSO O local de EMBARQUE e DESEMBARQUE uma informao a mais dentro do SCDP , um

campo no obrigatrio. Caso o solicitante no saiba o local de embarque e/ou desembarque o sistema na

acusar qualquer tipo de erro.

7 PASSO DATA DE EMBARQUE e DESEMBARQUE com a respectiva hora.

Obs. A data e hora so informadas por TRECHO.

8 Aps a definio dos campos anteriores, hora de informar se o deslocamento ter nus ou no para o

errio.

Deixando o campo abaixo DESMARCADO o sistema entender que o deslocamento ter nus para o errio,

passando a cotao dos trechos para agencia de turismo do solicitante.

Obs. Independente do meio de transporte, se o campo no for marcado, a cotao do trecho ir ser

enviada para agncia de turismo.

7 data e hora de embarque e desembarque

H nus com o deslocamento. Cotao para agncia

Sem nus para o Governo do Estado do Amazonas

32

MARCANDO o campo, o SCDP entender que o trecho informado no ter nus para o rgo, enviando a

solicitao automaticamente para o subitem INFORMAES COMPLEMENTARES,.

Obs. Aps marcar o item, o sistema pedir a INSTITUIO PAGADORA DA PASSAGEM, podendo

ser o prprio rgo do solicitante (tratando-se de carro da instituio, barco sem nus ou aeronave do

governo), outro rgo (passagem custeada por outro rgo independente o meio de transporte) ou qualquer

outra instituio no vinculada ao Governo do Estado do Amazonas (ONGS, empresas privadas, etc...).

Observa-se que o primeiro trecho cadastrado definido como ORIGEM, entende-se a IDA do(s)

interessado(s)

Aps as correes clicar em ALTERAR

Havendo a necessidade de correo ou cancelamento do trecho cadastrado, o solicitante deve executar a

ao EXCLUIR. O SCDP retornar ao ponto inicial para que seja cadastrado o 1 trecho.

Os passos anteriores podero ser utilizados para correo de qualquer trecho SEM COTAO.

Obs. ATENO, aps corrigir a informao, o solicitante dever retornar para o ponto a onde

deveria continuar.

Obs. Aps a correo, o solicitante NO poder enviar uma solicitao, se estar for a primeira vez

que estar sendo ENVIADA A SEAD.

2.9.1.3 ALTERANDO OS TRECHOS COM COTAO.

Aps o acesso ao trecho que deseja alterar, a tela abaixo ser apresentada pelo SCDP.

Nota-se que a tela contm mais informaes, pois j possui a cotao fornecida pela AGNCIA de turismo.

Os campos superiores a tabela que contm os dados das cotaes, dos trechos, podem ser corrigidos

conforme o item 2.4.1.3.1.

Excluso do trecho informado.

Justificativa da AGNCIA

Informaes das cotaes do trecho.

33

Havendo a necessidade de corrigir as informaes de COTAO o solicitante dever clicar no cone .

1 PASSO Selecionar a Companhia de viagem.

2 PASSO Classe da Passagem

3 PASSO Valor de passagem.

Obs. Ao trabalhar com valores dentro do SCDP, deve-se ter cuidado ao inserir os mesmos. O

sistema diferencia VRGULA de PONTOS EX: 500,34 (quinhentos e trinta e quatro centavos)

500.34 (quinhentos mil trezentos e quarenta)

4 PASSO Valor de crdito.

5 PASSO Taxa de Embarque.

6 Passo Hora de Embarque e Desembarque.

Aps as correes efetuadas, clique no boto ALTERAR.

Observa-se que a cotao teve suas informaes corrigidas.

O mesmo procedimento dever ser feito caso haja a necessidade de correo das outras cotaes de trecho.

Todas as cotaes corrigidas, o solicitante dever clicar no boto ALTERAR para retornar tela principal

da solicitao.

Obs. ATENO, aps corrigir a informao, o solicitante dever retornar para o ponto a onde

deveria continuar.

Obs. Aps a correo, o solicitante NO poder enviar uma solicitao, se estar for a primeira vez

que estar sendo ENVIADA A SEAD.

2.9.1.4 CORRIGINDO DIRIAS E TRECHO DE VIAGEM - DIRIAS.

Havendo a necessidade de corrigir as dirias, informadas incorretamente, o solicitante dever acessar

atravs do cone .

Dados para correo da cotao de passagem.

34

Aps acessar, a tela seguinte ser disponibilizada pelo SCDP.

Nota-se que o SCDP permitir apenas alterar/corrigir os dados referente DIRIA, como:

1 PASSO Tipo de dirias

2 PASSO Finalidade da viagem.

3 PASSO Quantidade de dirias

Obs. No caso de pagamento de dirias a menos ao INTERESSADO, o solicitante deve alterar o

valor, respeitando a regra de pontuao numrica. ATENO: aps a modificao da quantidade de

dirias, o solicitante deve modificar o valor UNITRIO das dirias e depois retornar para o valor

correto, este procedimento FUNDAMENTAL para que o sistema faa a converso do valor total de

dirias recebidas.

Obs. Ao trabalhar com valores dentro do SCDP, deve-se ter cuidado ao inserir os mesmo. O

sistema diferencia VRGULA de PONTOS EX: 5,5 (cinco dirias e meia) 5.500 (cinco mil e

quinhentas dirias)

4 PASSO Objetivo

5 PASSO Justificar o final de semana.

Os dados corrigidos, o solicitante deve clicar no boto ALTERAR

Obs. ATENO, aps corrigir a informao, o solicitante dever retornar para o ponto a onde

deveria continuar.

Obs. Aps a correo, o solicitante NO poder enviar uma solicitao, se estar for a primeira vez

que estar sendo ENVIADA A SEAD. Esta apenas poder ser enviada pela primeira vez no campo

INFORMAES COMPLEMENTARES, apos toda a correo e o prosseguimento dos tramites

corretos.

2.9.1.5 CORRIGINDO DIRIAS E TRECHO DE VIAGEM - TRECHO.

35

Havendo a necessidade de alterar o trecho, este dever ser EXCLUDO na pagina principal da solicitao

clicando no cone . Feita ao, o solicitante dever cadastrar o trecho, correto, clicando no cone ,

que agora aparece na tela da solicitao. O trecho a ser cadastrado, deve respeitar os passos a seguir:

1 PASSO No TRECHO A dever ser informado o primeiro trecho, de pagamento das dirias, no exemplo

usado: MANAUS RIO DE JANEIRO, com forme a tela:

Obs. Vale lembrar que as dirias so definidas por trecho de deslocamento.

2 PASSO No TRECHO B dever ser informado o segundo trecho de pagamento das dirias.

Obs. Vale lembrar que as dirias so definidas por trecho de deslocamento.

3 PASSO Informar o TIPO DAS DIRIAS.

O valor unitrio das dirias definido pelo CARGO ou FUNO que o INTERESSADO OCUPA.

Obs. Nos casos que o servidor possui uma FUNO diferente do seu CARGO prevalece o que

proporcionar o maior valor de dirias ao servidor.

Obs. Nos casos de NO-SERVIDORES COLABORADORES, o valor unitrio das dirias

definido pelo nvel de formao do mesmo, definidos como NIVEL MDIO ou SUPERIOR.

Obs. Nos casos em que ser dada apenas as passagens ao interessado, o campo de dirias poder

ficar sem preenchimento, ficando obrigatrio a justificativa apenas no campo OBJETIVO.

4 PASSO Informar a FINALIDADE DA VIAGEM.

36

5 PASSO O campo QUANTIDADE DE DIRIAS serve para que o solicitante verificar o valor de dirias

a ser pagas ao INTERESSADO.

Obs. No caso de pagamento de dirias a menos ao INTERESSADO, o solicitante deve alterar o

valor, respeitando a regra de pontuao numrica. ATENO: aps a modificao da quantidade de

dirias, o solicitante deve modificar o valor UNITARIO das dirias e depois retornar para o valor

correto, este procedimento FUNDAMENTAL para que o sistema faa a converso do valor total de

dirias recebidas.

Obs. Ao trabalhar com valores dentro do SCDP, deve-se ter cuidado ao inserir os mesmo. O

sistema diferencia VIRGULA de PONTOS EX: 5,5 (cinco dirias e meia) 5.500 (cinco mil e

quinhentas dirias)

6 PASSO OBJETIVO, o Solicitante dever informar objetivo da VIAGEM. Este campo permite justificar

qualquer outra excepcionalidade do deslocamento.

7 PASSO JUSTIFICATIVA DO FINAL DE SEMANA. Caso no seja justificado o sistema acusar erro.

Obs. O SCDP identifica todos os finais de semana existente no perodo de deslocamento.

Aps o preenchimento de todas as informaes, o solicitante deve clicar no boto CONTINUAR.

Aps o cadastramento o SCDP retorna tela principal da solicitao.

Obs. ATENO, aps corrigir a informao, o solicitante dever retornar para o ponto a onde

deveria continuar.

Obs. Aps a correo, o solicitante NO poder enviar uma solicitao, se estar for a primeira vez

que estar sendo ENVIADA A SEAD. Esta apenas poder ser enviada pela primeira vez no campo

INFORMAES COMPLEMENTARES, apos toda a correo e o prosseguimento dos tramites

corretos.

Campos preenchidos.

37

2.9.1.6 CORREO DAS INFORMAES COMPLEMENTARES.

Para fazer a correo das INFORMAES COMPLEMENTARES, o solicitante dever acessar na pgina

principal da solicitao o cone .

Aps o acesso, o SCDP permite que seja alterado as informaes seguintes:

1 PASSO Informar o valor da RESENHA.

Obs. Vale lembrar que o valor da resenha referente ao valor de publicao em D.O.

Obs. Caso a solicitao seja coletiva o valor a ser informado do custo INDIVIDUAL de cada

interessado.

2 PASSO Tipo do DOCUMENTO AUTORIZADOR.

3 PASSO NMERO DO DOCUMENTO AUTORIZADOR.

4 PASSO Preencher o campo Motivo do pedido ser posterior aos 5 dias teis, conforme Decreto

26.337:: Respeitando o respectivo Decreto.

Obs. Caso a viagem esteja dentro do prazo, no h necessidade de preenchimento do campo.

Aps o preenchimento dos campos, clicar no boto ALTERAR.

Obs. ATENO, aps corrigir a informao, o solicitante dever retornar para o ponto a onde

deveria continuar.

Obs. Aps a correo, o solicitante NO poder enviar uma solicitao, se estar for a primeira vez

que estar sendo ENVIADA A SEAD. Esta apenas poder ser enviada pela primeira vez no campo

INFORMAES COMPLEMENTARES, apos toda a correo e o prosseguimento dos trmites

corretos.

2.9.1.7 ALTERANDO OU EXCLUINDO DOCUMENTO ELETRNICO.

Para realizar a alterao do documento eletrnico, o solicitante dever acessar o documento que deseja

alterar pelo seguinte cone .

38

Aps acessar o documento que deseja alterar a tela seguinte ser mostrada pelo SCDP. O solicitante dever

seguir os seguintes passos:

1 PASSO Informe o TIPO DO DOCUMENTO a ser anexado.

2 PASSO Faa uma breve DESCRIO do documento.

3 PASSO Informar o Link.

Obs. Este campo no obrigatrio na hora de anexar o documento eletrnico.

4 PASSO Informe a localizao do ARQUIVO a ser anexado.

Obs. O solicitante dever ter ajuda do departamento de informativa para instalar e configura o

SCANNER, bem a localizao dos arquivos digitalizados.

Obs. Os arquivos podero ser salvos no SCDP respeitando o TIPO e o FORMATO da capacidade

do sistema.

Arquivo localizado, o solicitante deve clicar no boto CADASTRAR.

Havendo a necessidade de cadastrar outros documentos eletrnicos, o solicitante deve repetir os 1, 2, 3 e

4 passo.

Obs. ATENO, aps corrigir a informao, o solicitante dever retornar para o ponto a onde

deveria continuar.

39

Obs. Aps a correo, o solicitante NO poder enviar uma solicitao, se estar for a primeira vez

que estar sendo ENVIADA A SEAD. Esta apenas poder ser enviada pela primeira vez no campo

INFORMAES COMPLEMENTARES, apos toda a correo e o prosseguimento dos tramites

corretos.

J a excluso de um documento eletrnico poder ser efetuada clicando no cone .

2.10 COMPLEMENTAO DA SOLCITAO. O acesso a ferramenta atravs de SOLICITAO > COMPLEMENTAO.

A ferramenta de complementao ser usada caso haja a necessidade de complementao de uma passagem,

quando esta houver valor de remarcao, e dirias, quando o servidor permanecer mais dias a servio do

GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS.

Obs. A COMPLEMENTAO apenas ser permitida pelo SCDP caso a solicitao j tenha sido

VALIDADA pela auditoria da SEAD e se o INTERESSADO ainda estiver em deslocamento. No

ocorrendo os dois casos juntos a solicitao, consecutivamente, poder ser CANCELADA, e corrigida a

permanncia em uma nova solicitao, ou enviar uma nova solicitao apenas com o perodo que estiver

sendo complementado.

2.11 CANCELAR SOLICITAAO.

As solicitaes podero ser canceladas atravs do acesso SOLICITAO > CANCELAR SOLICITAO.

40

Havendo a necessidade de cancelamento da solicitao, esta poder ser feita aps a identificao da

solicitao pela tela de busca informada.

Observa-se que a tabela apresentada pelo SCDP contem os dados principais da solicitao e o STATUS que

a mesma se encontra.

Obs. A solicitao apenas poder ser CANCELADA ate antes do momento da VALIDAO SEAD.

Obs. Caso a mesma j tenha sido VALIDADE esta poder ser CANCELADA apenas no menu

AUDITORIA > CANCELAR NA AUDITORIA, antes do pagamento.

Aps localizada a solicitao, pela busca rpida ou pela barra de rolagem da tela, o solicitante dever marcar

a mesma e clicar no boto DETALHES DA SOLICITAO, conforme a tela abaixo.

Ao acessar a solicitao, o solicitante dever apenas clicar no boto CANCELAR para que sua solicitao

seja excluda do tramite no SCDP.

Nmero da SOLICITAO e/ou PERODO de criao da mesma.

41

Aps efetivar o cancelamento o SCDP pedira a certeza da confirmao e logo aps CONFIMARA com a

mensagem de CANCELAMENT EFETIVADO COM SUCESSO.

2.12 CONSULTA.

A ferramenta de consulta poder ser acessada atravs do seguintes passos SOLICITAO > CONSULTAS.

A ferramenta de consulta se divide em nove subitens destinado a pesquisa tanto GERAL, qualquer status da

solicitao, quanto a pesquisa por status, de forma mais rpida.

GERAL Pesquisa geral de todas as solicitaes criadas no SCDP, com todos os STATUS.

VALIDAO APROVADA Todas as solicitaes enviadas a SEAD e validades por ela.

VALIDAO NO APROVADA Solicitaes enviadas para a SEAD e no aprovadas, destinadas a

reenvio com as informaes corrigidas.

AGUARDANDO VALIDAO Solicitaes enviadas a SEAD que aguardam a validao na auditoria.

42

CANCELADA Listagem de solicitaes CANCELADAS no SCDP, apresenta o STATUS no qual foi

cancelada.

CADASTRO INICIAL Solicitaes que aguardam a continuao das informaes, trecho ou cotao,

para a finalizao da mesma, verificar o STATUS que se encontra a solicitao.

SOLICITAAO INICIAL Solicitaes j cotadas mas que aguardo o fornecimento de INFORMAES

COMPLEMENTARES.

CONCLUDA Solicitaes que foram finalizadas no SCDP : criao e envio para SEAD, autorizo SEAD,

pagamento rgo, prestao de contas no rgo e concluso SEAD.

VIAGEM NO EFETUADA Solicitaes que foram validadas pela SEAD e pagas pelo rgo mas seus

interessados no efetivaram a viagem.

Obs. em todas as ferramentas de pesquisa a tela seguinte ser mostrada para que seja informado o numero

de solicitao e/ou o perodo da mesma, efetivando assim uma busca rpida caso a mesma no aparece na

primeira pagina de cada ferramenta.

Localizando a solicitao, o usurio poder tomar as devidas providencias.

3 PERFIL AUDITORIA. A ferramenta auditoria utilizada,principalmente, pela SEAD para VALIDAO ou NO VALIDAO

das solicitaes enviadas eletronicamente.

43

AGUARDANDO VALIDAO (SEAD) O perfil de AUDITOR SEAD tem acesso a todas as solicitaes

finalizadas e enviadas para AUDITORIA.

VALIDACAO APROVADA e NO APROVADA (SEAD) - O perfil de AUDITOR SEAD pesquisa as

solicitaes validadas no perodo ou por solicitao informada.

CANCELADA NA AUDITORIA (SEAD) O AUDITOR SEAD pesquisa as solicitaes canceladas pelo

SOLICITANTE aps a VALIDAO.

As solicitaes, VALIDADAS, apenas podero ser CANCELADAS pelo SOLICITANTE no campo

AUDITORIA > CANCELAR NA AUDITORIA.

3.1 AUDITORIA (CANCELAR SOLICITAO).

Caso o solicitante deseje cancelar uma solicitao j VALIDADA pela SEAD, este dever acessar

AUDITORIA > CANCELAR NA AUDITORIA.

Obs. O campo acima aparece apenas para o perfil de SOLICITANTE.

Acessando a Parte da pesquisa o solicitante identifica a solicitao atravs da pesquisa rpida, pela

solicitao ou pelo perodo da mesma, e faz o acesso pela coluna de AES.

Aps localizar a solicitao, o solicitante, dever descer a barra de rolagem informar o motivo do

cancelamento (obrigatoriamente) e clicar no boto CANCELAR SOLICITACAO.

Acesso a SOLICITAO

44

4 PERFIL ORAMENTO.

O perfil de oramento tem acesso a todas as solicitaes que aguardam EMPENHO e consecutivamente

pagamento.

Descrio dos subitens:

AUTORIZADA PARA EMPENHO O perfil de ORAMENTO tem acesso a todas as solicitaes que

foram validadas pela SEAD e possuem DIRIAS, estas solicitaes j podem ser empenhas no AFI.

Obs. O empenho das solicitaes feito via sistema AFI, Administrao Financeira Integrada, da SEFAZ,

Secretaria de Fazenda do Estado do Amazonas. Quando este executado a NE, NL, PD e OB so migradas

automaticamente para o SCDP.

CANCELAR EMPENHO Ferramenta utilizada para cancelar apagar as informaes migradas do AFI

para o SCDP.

Justificar o CANCELAMENTO

CANCELAR

45

Obs. Aps o ORAMENTO verificar que uma solicitao esta com problema e no haver pagamento,

seja por qualquer hiptese, este perfil dever cancelar primeiramente as NOTAS de pagamento, NE, NL, PD

e OB respectivamente, e acessar o SCDP e efetivar o cancelamento do EMPENHO. Ver item 2.3.1.

FATURA DE PASSAGEM Ferramenta que gera a FATURA ELETRONICA para o pagamento, as

agencias de turismo, das passagens fornecidas por elas ao rgo.

CANCELADA NO ORAMENTO Pesquisa das solicitaes j canceladas pelo ORAMENTO

Obs. Quando fala-se em canceladas, referi-se aos pagamentos no efetuados por motivo de cancelamento.

CANCELAR NO ORAMENTO Caso haja a necessidade de CANCELAR A SOLICITAO esta

poder ser feita acessando a solicitao e efetivando o cancelamento.

Obs. Uma vez cancelada a solicitao perde totalmente sua validade dentro do SCDP.

EMPENHADA Caso haja a necessidade de acompanhar as solicitaes que foram empenhadas. O perfil

ORAMENTO poder fazer o acompanhamento pela busca rpida das informaes atravs do campo de

pesquisa.

4.1 CANCELAR EMPENHO NO SCDP.

Aps o ORAMENTO verificar que uma solicitao esta com problema e no haver pagamento, seja por

qualquer hiptese, este perfil dever cancelar primeiramente as NOTAS de pagamento, NE, NL, PD e OB

respectivamente,no AFI da SEFAZ e acessar o SCDP efetivando o cancelamento do EMPENHO.

O acesso a solicitao se da atravs de ORAMENTO > CANCELAR EMPENHO.

DETALHES EMPENHO.

46

O ORAMENTO poder fazer a pesquisa rpida atravs do numero de solicitao e/ou do perodo da

mesma.

Aps localizada a solicitao, deve-se acess-la clicando em DETALHES EMPENHO com forme mostra a

figura acima.

O SCDP mostrar os detalhes das NOTAS de pagamento.

Confirmando os dados da solicitao que deseja cancelar empenho, o solicitante dever justificar o motivo

do cancelamento e efetivar clicando no boto CANCELAR EMPENHO.

Obs. Aps o cancelamento do empenho, a solicitao poder ser empenhada novamente no AFI

tendo suas novas informaes migradas para o SCDP.

5 PERFIL ORDENADOR DE DESPESAS.

O perfil de ordenador destinado ao titular da pasta ou o responsvel pelo pagamento em folha.

Tem como funo executar a autorizao de pagamento, no campo AGUARDANDO ASSINATURA DO

ORDENADOR, e acompanhar o andamento das solicitaes do seu rgo de origem.

Notas de pagamento e a data de EMPENHO.

47

Descrio dos subitens:

AGUARDANDO ASSINATURA O ORDENADOR poder localizar a solicitao que esteja aguardando

assinatura, atravs a pesquisa rpida. Aps localizar, este ir fazer o acesso pelo campo de aores clicando

no boto . Acessando, o ORDENADOR basta clicar no comando CONFIRMAR ASSINATURA.

AUTORIZADA Permite o acompanhamento das solicitaes j autorizadas.

CANCELADA PELO ORDENADOR Permite acompanhar as solicitaes recusadas pelo

ORDENADOR.

CANCELAR ASSINATURA Havendo a necessidade de cancelamento da assinatura j efetuada, o

ORDENADOR deve localizar a solicitao que deseja cancelar, pela busca rpida no campo de pesquisa,

acess-la clicando no boto , justificar o CANCELAMENTO DA ASSINATURA e clicar no boto

CANCELAR ASSINATURA.

CANCELAR NA AUTORIZACAO - Caso haja a necessidade de CANCELAR A SOLICITAO esta

poder ser feita acessando a solicitao e efetivando o cancelamento.

Obs. Uma vez cancelada a solicitao perde totalmente sua validade dentro do SCDP.

6 PRESTAO DE CONTAS ELETRNICA

A ferramenta de prestao de contas eletrnica tem por finalidade substituir os processos fsicos

encaminhados anteriormente a SEAD.

O SOLICITANTE poder acess-la para anexar, eletronicamente, os documentos comprobatrios do

deslocamento do servidor, logo aps este j ter recebido o pagamento de suas diias.

48

Descrio dos subitens:

AGUARDANDO DOCUMENTO Solicitaes que j esto prontas para anexar os documentos

eletrnicos de prestao de contas. O detalhamento de como anexar os documento estar explicito no item

2.5.1.

Obs. Todas as solicitaes que encontram-se em tempo hbil de prestao de contas, ou seja no

ultrapassaram os dez dias corridos aps o recebimento e retorno de viagem, podem ser visualizadas

neste subitem.

ANALISE SEAD (SEAD) Acesso da auditoria SEAD, para conferencia e concluso das prestaes de

contas enviadas.

PENDENTE O solicitante ir visualizar todas as solicitaes que se encontram pendentes com o SCDP,

ou seja, ultrapassaram os dez dias corridos aps o pagamento e o retorno do deslocamento.

Obs. A solicitaes que se encontram neste campo j esto automaticamente BLOQUEADAS pelo SCDP

para o envio de novas solicitaes ao interessado.

Obs. Os mesmos comandos executados para anexar os documento eletrnico do item 2.5.1 so utilizados

para sanar as pendncias.

INCOMPLETA As prestaes de contas encaminhadas para anlise SEAD, e no aprovadas, encontram-

se neste campo. O solicitante poder fazer a correo dos itens informados pela AUDITORIA SEAD-

AGUARDANDO CONCLUSAO NO RGO O solicitante ir acessar apenas para concluir as

solicitaes dos NO-SERVIDORES, pois estes no prestam contas com o Governo do Estado do

Amazonas.

INFORMAR VIAGEM NO EFETUADA Caso o interessado no tenha efetuado o deslocamento, mas

recebeu passagem e dirias, este dever prestar contas e justificar o motivo da viagem no ter sido efetuada.

O procedimento semelhando ao de prestao de contas informado no item 2.5.1. , bastando o solicitante

apenas informar no campo OBSERVAO o motivo.

Obs. O INTERESSADO dever efetuar um relatrio igual ao de um deslocamento efetuado, porem

este deve justificar o motivo de no ter viajado.

49

6.1 AGUARDANDO DOCUMENTO.

Acessando este item, o solicitante dever anexar nas solicitaes, que agora se caracterizo como prestao

de contas eletrnicas, os documento necessrio para a devida prestao.

O acesso atravs dos seguintes passos PRESTAO DE CONTAS ELTRNICA > AGUARDANDO

DOCUMENTO.

Depois de localizada a solicitao, pelo campo de pesquisa rpida ou acesso direto, o solicitante dever

acess-la no campo de AES pelo cone .

Ao acessar, a tela seguinte ser mostrada.

Na primeira parte da tela observam-se os dados principais do rgo e do interessado. Logo abaixo as

informaes correspondentes ao deslocamento, as dirias pagas ao servidor e as informaes

complementares.

Obs. Caso haja uma diferena de valor pago, a mais ou a menos, dever ser informado por trecho

clicando na frase NOVO VALOR. Abra-se uma janela logo abaixo para que tal valor seja informado.

Valor da diferena de passagem, por trecho

50

Obs. O mesmo procedimento dever ser feito caso o valor das dirias pagas ao servidor for diferente

do informado na solicitao. Para corrigir o valor dever clicar na palavra DEVOO. Lembrar que

as dirias podem ser pagas a menos nunca a mais.

Na segunda parte da tela, nota-se um campo para FORMULARIO DE PRESTAO DE CONTAS, que

tem como finalidade a descrio de qualquer observncia a respeito da solicitao.

Obs. Este campo no ser aceito como prestao de contas INDIVIDUAL DO INTERESSADO,

preenchida e assinada pelo mesmo.

Observam-se, tambm, os campos de pagamento NE, NL, PD e OB. E por fim o tramite que a solicitao

efetuou dentro do SCDP

J na terceira parte da tela, a onde ser informado e anexado os documentos que iro compor a prestao de

contas eletrnica, os seguintes campos so disponibilizados.

Valor da DEVOLUO de dirias.

51

O primeiro campo para informar o NUMERO DO PROCESSO INTERNO NO RGO, aps informado

basta clicar no boto CADASTRAS, para efetivar o cadastramento do processo interno a esta solicitao.

O segundo, campos do DOCUMENTO ELETRNICO

Este campo utilizado para que o solicitante, devidamente equipado com o SCANNER, faa o anexo dos

documentos principais do deslocamento: DOCUMENTO AUTORIZADOR; nos casos de deslocamento em

curso ou seminrio o PEDIDO DE DESLOCAMENTO; a RESENHA publicada em D.O.; o relatrio

INDIVIDUAL do INTERESSADO, preenchido e assinado pelo mesmo; BILHETE DE PASSAGEM, caso

haja; e em casos de seminrio, palestras ou cursos, anexar algum documento que comprove a participao

do interessado.

Para anexar os documento os seguintes passos devem executados:

1 PASSO Informe o TIPO DO DOCUMENTO a ser anexado.

2 PASSO Faa uma breve DESCRIO do documento.

3 PASSO Informar o LINK

Obs. Este campo no obrigatrio na hora de anexar o documento eletrnico.

4 PASSO Informe a localizao do ARQUIVO a ser anexado.

Obs. O solicitante dever ter ajuda do departamento de informativa para instalar e configura o

SCANNER, bem a localizao dos arquivos digitalizados.

Obs. Os arquivos podero ser salvos no SCDP respeitando o TIPO e o FORMATO da capacidade

do sistema. ( formato 800X1000(px)200(k)(jpg) )

Arquivo localizado, o solicitante deve clicar no boto CADASTRAR.

Havendo a necessidade de cadastrar outros documento eletrnicos, o solicitante deve repetir os 1, 2, 3 e 4

passo.

Cadastrado o documento eletrnico, o sistema retornar para a tela principal bastando o solicitante clicar no

boto ENVIAR PARA SEAD e aguardar anlise da auditoria.

52

SRGIO AUGUSTO CALDAS DOS SANTOS

Chefe do Departamento de Acompanhamento dos Gastos Pblicos

EQUIPE TCNICA

JULIANO MONTEIRO DE OLIVEIRA

GERENTE DE CONTROLE DE GASTOS I

AMANDA SILVEIRA LASMAR

GERENTE DE CONTROLE DE GASTOS II

JOS DA SILVA MARQUES JNIOR

TCNICO

APOENA NASCIMENTO TEIXEIRA

TCNICO

MARIA DOLORES SILVA DE ARAJO

TCNICA

MARIA DAS GRAAS ROCHA DE SOUZA

TCNICA

53

CONTATOS

TEL: 4009-9178/9179/9180

E-MAIL: [email protected]

REGISTOR DE DEMANDAS: http://servicos.sead.am.gov.br/dagp_scd/