Vetores O conceito de vetor surgiu na mec¢nica com o engenheiro flamengo Simon Stevin –o “Arquimedesholandsâ€‌

  • View
    228

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Vetores O conceito de vetor surgiu na mec¢nica com o engenheiro flamengo Simon Stevin...

  • 1

    Slide 01Slide 01-Aurlio Fred-2018.02

  • Dados Histricos

    Atribui-se a criao da Geometria Analtica a

    Ren Descartes, cuja obra La Gomtrie (3.

    apndice do Discours de la Mthode) foi

    publicada em 1637 em Leyden, na Holanda.

    Entretanto, Descartes era mais filsofo que

    Matemtico, tendo se limitado a apresentar as

    idias fundamentais sobre a resoluo dos

    problemas geomtricos por via algbrica, sem

    deduzir sequer a equao da linha reta. A

    glria da criao da Geometria Analtica

    repartida com Pierre Fermat, que em carta a

    Roberval, em 1636, expunha idias

    semelhantes s de Descartes. Entretanto, a

    sua obra Ad locos planos et solidos isagoge

    (Introduo ao estudo dos lugares planos e

    slidos) s teve publicidade em data posterior

    a de Descartes. Fermat abordou em sua obra

    a teoria geral da reta e da circunferncia.2Slide 01-Aurlio Fred-2018.02

  • Vetores

    O conceito de vetor surgiu na mecnica com o engenheiro

    flamengo Simon Stevin o Arquimedes holands. Em

    1586 apresentou em sua Esttica e Hidrosttica, o

    problema da composio de foras e enunciou uma regra

    emprica para se achar a soma de 2 foras aplicadas num

    mesmo ponto.

    3Slide 01-Aurlio Fred-2018.02

  • VETORIAIS ESCALARES

    ForaVelocidadeAcelerao

    reaVolumeMassa

    TemperaturaDensidade

    Grandeza Escalar: toda

    grandeza que para estar

    bem definida

    necessrio caracterizar

    seu mdulo (quantidade)

    e uma unidade de

    medida.

    Grandeza Vetorial:

    toda grandeza que

    para estar bem definida

    necessrio

    caracterizar seu

    mdulo e uma unidade

    de medida, direo e

    sentido.

    4Slide 01-Aurlio Fred-2018.02

  • Vetores: PARTE 01

    RETA ORIENTADA: Uma reta orientada, se estabelecemos nela

    um sentido de percurso como positivo. O sentido contrrio

    negativo. O sentido positivo indicado por um seta. Uma reta

    orientada tambm chamada eixo.

    Slide 01-Aurlio Fred-2018.02 5

  • Representao

    Oposto do segmento

    Comprimento do segmento

    A

    B

    Slide 01-Aurlio Fred-2018.02 6

    SEGMENTO ORIENTADO:

  • Direo , sentido e mdulo;

    Slide 01-Aurlio Fred-2018.02 7

  • Slide 01-Aurlio Fred-2018.02 8

    Segmentos equipolentes

  • Ponto mdio de um segmento na reta;

    Sistema cartesiano ortogonal;

    Distncia entre dois pontos no plano;

    Ponto mdio de um segmento no plano.

    Slide 01-Aurlio Fred-2018.02 9

  • exerccios

    1.

    2.

    10Slide 01-Aurlio Fred-2018.02

  • exerccios

    3.

    4.

    11Slide 01-Aurlio Fred-2018.02

  • 5.

    6.

    12exerccios

    Slide 01-Aurlio Fred-2018.02